Kiko Loureiro nega que Megadeth tenha cancelado Rock in Rio por questão de vacina

Guitarrista afirma em entrevista à revista Veja que conflito de agendas foi a causa; banda marcou turnê pelos Estados Unidos abrindo para o Five Finger Death Punch

O guitarrista Kiko Loureiro revelou, em entrevista à revista Veja, por que o Megadeth abdicou de seu show no Rock in Rio 2022. A apresentação, agendada desde quando o evento era planejado para 2021, teve seu cancelamento anunciado no último dia 12 de abril.

Apesar dos rumores de que o vocalista e guitarrista Dave Mustaine não teria se vacinado contra a Covid-19 – o que impediria sua entrada no Brasil -, Kiko garante que a data no Rock in Rio “caiu” por um simples conflito de agendas. A banda fará uma turnê pelos Estados Unidos abrindo para o Five Finger Death Punch entre agosto e outubro, enquanto o festival brasileiro ocorre em setembro.

“Como brasileiro, eu fiquei bastante chateado com o cancelamento do show no Rock in Rio e sei da importância do festival para os brasileiros. Mas as datas de shows do Rock in Rio, remarcado depois da pandemia, bateu com a nossa turnê nos Estados Unidos.”

O músico brasileiro, ex-integrante do Angra, disse de forma indireta que Mustaine se vacinou contra a Covid-19.

“Vamos fazer shows no Canadá e na Europa em breve e esses lugares são muito mais rigorosos com a vacina do que os Estados Unidos.”

Houve, dessa forma, apenas uma preferência em seguir excursionando pelo território americano em vez de embarcar ao Brasil para apenas um show.

“Na cabeça dos americanos, é melhor tocar nos Estados Unidos. Tanto que temos uma turnê com quase 30 shows por aqui. Para viajar para a América Latina só para fazer o show no Rock in Rio não compensa. Tem transporte de toneladas equipamento por navio, logística etc. O ideal era conciliar uma turnê com outros países da América Latina ou cidades brasileiras. Infelizmente a justificativa é essa: conflito de agenda.”

Saúde e voz de Dave Mustaine

Em outro momento da entrevista, Kiko Loureiro falou sobre os recentes problemas de saúde de Dave Mustaine. O líder do Megadeth cancelou outro show no Rock in Rio, mas na edição de 2019, por um motivo mais sério: um longo tratamento contra um câncer na garganta, doença da qual felizmente se curou.

Perguntado sobre os efeitos do problema de saúde na performance vocal de Mustaine, Loureiro destacou:

“Ele não atinge mais as notas que atingia nos anos 1990. Mas isso não tem nada a ver com o câncer. De 2015, quando entrei na banda, até hoje, a voz dele se manteve igual. Se comparar a voz dele hoje com a voz de dez anos atrás, o câncer não prejudicou. Mas, para ele, sempre foi uma dificuldade cantar. Ele sempre disse que não era cantor e, sim, guitarrista. Esse é o motivo para escolhermos bem o set list. Algumas músicas do álbum ‘Dystopia’ (2016), ele já canta mais grave.”

Além dos shows, o Megadeth se prepara para lançar seu novo álbum, “The Sick, the Dying… and The Dead!”, ainda em 2022.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
  1. Uma vez lembro da Banda After Forever sendo convidado a fazer apenas um show no Brasil…lembro que Floor Jansen disse que só viria se fosse tocar em vários lugares, melhor dizer uma turnê completa na América do Sul. É claro que Floor Jansen não era tão conhecida assim igual aos dias atuais…no final das contas não importa muito a opinião ou a chatiação dos fãs, apenas o dinheiro mesmo…lucro melhor dizer!!!! Fato!!!! valeu!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
8
Share