Por que bandas fazem cada vez mais turnês tocando álbuns na íntegra, segundo Billie Joe

Green Day fará shows em breve executando seus discos mais bem-sucedidos, “Dookie” (1994) e “American Idiot” (2004)

Não é mais novidade e tem se tornado quase uma tradição bandas excursionarem tocando seus álbuns mais famosos na íntegra. Um dos mais recentes exemplos é o Green Day, que fará uma turnê a partir de maio executando os dois discos mais bem-sucedidos da carreira, “Dookie” (1994) e “American Idiot” (2004).

O vocalista e guitarrista Billie Joe Armstrong aprova a iniciativa. Para o músico, é uma forma de se reconectar com as canções, além de alcançar os fãs que foram influenciados pelos trabalhos.

- Advertisement -

Disse o frontman à Billboard:

“Acho ótimo que as bandas estejam revisitando seus álbuns, porque são obras de arte. O ‘Blue Album’ do Weezer é uma obra de arte, tanto quanto ‘Tommy’ do The Who é uma obra de arte. Parece muito pretensioso, mas é como quando uma orquestra toca Mozart. Acho que o rock é igualmente importante.”

Além dos dois álbuns, o Green Day também promete dedicar uma parte do set a outras canções, incluindo as do mais recente lançamento, “Saviors”.

Green Day e “Dookie”

Lançado em 1º de fevereiro de 1994, “Dookie” marcou a estreia do Green Day por uma gravadora major – a Reprise Records, fundada por Frank Sinatra em 1960 e operada pelo grupo Warner Music. Foi peça fundamental no ressurgimento do punk rock para as massas na década em questão.

Leia também:  A característica que faz Steve Harris ser um baixista incrível, segundo ex-Whitesnake

Chegou ao 2º lugar na Billboard 200, principal parada dos Estados Unidos. Também alcançou o topo no Canadá, Austrália e Nova Zelândia. Até hoje, vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo.

No Brasil, faturou premiação de ouro por ultrapassar 100 mil unidades comercializadas – número bastante significativo para um artista de rock internacional.

Sobre “American Idiot”

Disponibilizado em 20 de setembro de 2004, “American Idiot” é o sétimo álbum de estúdio do grupo. Conceitual, é descrito por seus próprios integrantes como uma “punk rock opera”. É considerado um dos clássicos modernos do estilo por mídia e público.

Impulsionado por singles como a faixa-título, “Boulevard of Broken Dreams”, “Holiday”, “Wake Me Up When September Ends” e “Jesus of Suburbia”, vendeu mais de 16 milhões de cópias até hoje. Assim como “Dookie”, também recebeu premiação dourada em terras brasileiras.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasPor que bandas fazem cada vez mais turnês tocando álbuns na íntegra,...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades