Doro oferece bons momentos, mas cai nas velhas armadilhas em “Conqueress – Forever Strong and Proud”

Músicas de destaque acabam sendo rapidamente esquecidas por conta do extenso tracklist, com 15 faixas na versão normal e 20 na deluxe

  • Leia mais sobre:
  • Doro

Já há algum tempo a cantora alemã Doro Pesch tem lançado discos que conta com boas passagens, mas se perdem em meio a tracklists extensos e cheios de fillers. Infelizmente seu novo álbum, “Conqueress – Forever Strong and Proud”, acaba seguindo a mesma toada. São 15 faixas na versão convencional. A deluxe ainda traz um CD bônus com outras 5.

“Triumph and Agony” (1987), último trabalho de inéditas do Warlock, banda que a revelou, contava com metade desse número. Dez canções em nem 40 minutos de duração foram suficientes para o momento definitivo da vocalista – que já iniciava ali uma carreira solo com músicos contratados, embora ainda usasse o nome da banda.

- Advertisement -

Sendo assim, os bons momentos acabam se perdendo em um emaranhado de riffs batidos e previsíveis. E há sim passagens de destaque, como em “Fire in the Sky”, o hard rock tipicamente europeu de “Love Breaks Chains” e a potente “Rise”. De resto, é uma repetição de clichês e auto reciclagens à exaustão – incluindo a balada orquestrada com título e refrão em alemão.

A participação de Rob Halford havia chamado a atenção dos fãs. O Metal God aparece na própria “Living After Midnight”, que não apenas não acrescenta nada como tira o suingue da original, ficando reta e truncada.

Já “Total Eclipse of the Heart” serve como curiosidade. A versão de Bonnie Tyler é insuperável. O terceiro cover é para “The Four Horsemen”, do Metallica. Novamente, não oferece nenhuma novidade, seguindo à risca o que foi feito em “Kill ‘Em All” (1983).

Talvez esteja faltando um pouco mais de definição de metas para Doro. Uma editada poderia ter feito de “Conqueress – Forever Strong and Proud” um trabalho minimamente mais agradável. Especialmente nos tempos atuais, com tantas possibilidades e tempo cada vez mais escasso para o ouvinte. E quando o repertório não colabora, então, fica impossível dar maior atenção.

*“Conqueress – Forever Strong and Proud” será lançado nesta sexta-feira (27) pela Nuclear Blast. Clique aqui para fazer o pré-save.

Doro — “Conqueress – Forever Strong and Proud”

CD 1

  1. Children Of The Dawn
  2. Fire In The Sky
  3. Living After Midnight
  4. All For You
  5. Lean Mean Rock Machine
  6. I Will Prevail
  7. Bond Unending
  8. Time For Justice
  9. Fels In Der Brandung
  10. Love Breaks Chains
  11. Drive Me Wild
  12. Rise
  13. Best In Me
  14. Heavenly Creatures
  15. Total Eclipse Of The Heart

CD 2

  1. Warlocks And Witches (Intro)
  2. Horns Up High
  3. True Metal Maniacs
  4. Heart In Pain
  5. The Four Horsemen

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
  • Leia mais sobre:
  • Doro
InícioResenhasResenhas de discosDoro oferece bons momentos, mas cai nas velhas armadilhas em “Conqueress -...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades