O que é fato e o que é invenção na 5ª temporada de “The Crown”

Novos episódios do show exploram a vida da rainha Elizabeth II e sua família ao longo de parte dos anos 1990

A 5ª temporada de “The Crown”, série da Netflix que explora a história recente da rainha Elizabeth II e da própria Família Real britânica, está disponível para o público. O show nunca esteve tão em evidência como nos anos anteriores, já que a monarca faleceu em setembro de 2022, encerrando um reinado que durou mais de 70 anos.

Assim como ocorreu em temporadas anteriores, “The Crown” explorou diversos aspectos da vida de Elizabeth e sua família, agora com foco nos anos 1990. Alguns dos acontecimentos desta época foram retratados com fidelidade, enquanto outros, não.

- Advertisement -

Então, o que é real e o que foi inventado para a nova temporada do show da Netflix? É o que vamos abordar no texto a seguir. As informações são dos sites Consequence, People, Telegraph e Hello Magazine.

Atenção: há spoilers da 5ª temporada de “The Crown” a seguir.

Fatos e invenções na 5ª temporada de “The Crown”

O Príncipe Charles se encontrou secretamente com John Major para discutir uma possível abdicação da Rainha Elizabeth?

Já podemos te adiantar que esta foi uma das grandes invenções da 5ª temporada de “The Crown”. No primeiro episódio, o então príncipe Charles se encontra em segredo com o primeiro-ministro britânico, John Major, para discutir uma possível abdicação de sua mãe para que ele assuma o trono.

Não existem evidências concretas de qual tal encontro secreto entre Charles e John Major tenha acontecido. O ex-primeiro-ministro sempre negou os rumores.

De qualquer forma, é bom ressaltar que conversas sobre uma possível abdicação de Elizabeth ocorreram com frequência nos último anos de seu reinado.

A Princesa Diana realmente ajudou a escrever aquele livro sobre sua vida?

Nos primeiros episódios da 5ª temporada de “The Crown”, vimos que a Princesa Diana – já quase separada de Charles – decidiu lançar sua biografia, escrita pelo jornalista Andrew Morton.

Esse foi um ponto que o show abordou com fidelidade. De fato, Diana concedeu diversas entrevistas a Morton para o conteúdo do livro, que foi lançado em 1992 e virou um best-seller.

A série apenas exagerou em dois pontos sobre este assunto. O primeiro é que não existem provas de que o Príncipe Philip, sogro de Diana, a aconselhou a não divulgar a biografia, diferentemente do que foi abordado pelo show.

O segundo é que também não há evidências de que Andrew Morton foi ameaçado por várias pessoas pelo simples fato de ter escrito a biografia.

Diana conheceu Dodi Al-Fayed em uma partida de polo?

O namorado mais famoso da Princesa Diana após seu divórcio com Charles foi o empresário Dodi Al-Fayed, filho do bilionário egípcio Mohamed Al-Fayed.

A 5ª temporada de “The Crown” mostrou que Diana conheceu Al-Fayed durante uma partida de polo patrocinada por Mohamed. O bilionário queria conhecer a rainha, mas como ela se ausentou do evento, foi atrás da princesa e a apresentou para o filho, que também estava presente.

O show acertou o acontecimento em partes. Na realidade, tudo indica que Diana e Al-Fayed realmente se conheceram durante uma partida de polo – em que Charles era um dos participantes –, mas o fato teria ocorrido em 1986, anos antes de os dois começarem a namorar, diferente do que o show sugeriu.

1992 foi mesmo o “annus horriblis” de Elizabeth?

A nova temporada de “The Crown” explorou o chamado “annus horriblis” – ou “ano horrível”, em latim – da rainha Elizabeth.

O ano em questão foi 1992, que contou com uma série de acontecimentos negativos na vida da monarca. Três dos seus quatro filhos estavam em processo de separação – como foi o caso de Charles e Diana – e o Castelo de Windsor, uma das residências oficiais da Família Real, pegou fogo.

Isso sem contar o lançamento da biografia de Diana, que continha muitos aspectos sombrios da vida da Princesa e da própria realeza britânica – especialmente de Charles.

Leia também:  A característica que faz Steve Harris ser um baixista incrível, segundo ex-Whitesnake

De fato, a rainha Elizabeth nunca disfarçou que este foi um ano terrível em sua vida, ao ponto de ter discursado sobre o assunto em 24 de novembro de 1992.

“The Crown” apenas errou ao mostrar que a mãe de Elizabeth, a “rainha mãe”, desaprovou a atitude da filha em fazer um discurso sobre o assunto. Não há uma certeza se isso realmente ocorreu ou não.

Charles teve mesmo aquela conversa íntima e embaraçosa com Camilla?

No quinto episódio da 5ª temporada de “The Crown”, a série retrata um dos momentos mais controversos e embaraçosos da vida do agora rei Charles III.

Em 1993, a imprensa britânica vazou uma conversa íntima de Charles com a amante Camilla Parker-Bowles – que se tornou sua esposa anos mais tarde. Nela, o então príncipe chegou a dizer que queria renascer como o absorvente interno da futura mulher.

Esse vazamento, de fato, ocorreu – e gerou uma série de polêmicas entre a população e a própria Família Real. O Príncipe Philip disse ao filho que ele “apertou um botão de autodestruição”, enquanto sua irmã, a Princesa Anne, afirmou que tudo era “muito ginecológico para meu gosto”.

Charles realmente assumiu ter traído Diana?

Ainda relacionado a este tema e no mesmo episódio em questão, Charles topou conceder uma entrevista ao apresentador Jonathan Dimblely em junho de 1994. Em determinado momento, foi questionado se sempre foi fiel à Diana, e o atual monarca britânico apenas respondeu o seguinte:

“Sim, até ficar claro que o casamento se tornou irrecuperável.”

A “confissão” de Charles – a primeira vez que um membro da Família Real assumiu não ter sido fiel durante o casamento – realmente aconteceu e caiu como uma bomba na época.

Charles assumiu que se relacionava com a própria Camilla – que sempre foi o verdadeiro amor de sua vida – desde 1986.

A Família Real britânica foi a responsável indireta pela morte dos Romanovs?

O sexto episódio foi uma verdadeira aula de história para o público. Nele, “The Crown” volta à década de 1910 e dá a entender que a Família Real britânica, então chefiada por George V, avô de Elizabeth, teria impedido os Romanovs, a Família Real russa, de se exilar no país.

Vale lembrar que durante a famosa Revolução Russa, os Romanovs foram destituídos do poder e toda a família foi assassinada pelos revolucionários.

De fato, George V recusou o pedido de asilo dos Romanovs, que eram seus primos. O motivo é que o então Tsar da Rússia, Nicolau II, era visto como um tirano pela opinião pública britânica.

George V até considerou aceitar o pedido, mas foi convencido a desistir para evitar uma crise política e institucional em seu país.

Ainda com relação ao fato, outro acontecimento retratado com fidelidade pelo show foi o fato de o Príncipe Philip ter doado amostras de DNA para o reconhecimento dos restos mortais dos Romanovs. Eles só foram enterrados oficialmente em 1998, 80 anos após serem mortos.  

Charles e Diana se encontraram em segredo após o divórcio?

No penúltimo episódio, “The Crown” mostrou que Charles e Diana se encontraram em segredo no Palácio de Kensington após se divorciarem. Foi um momento em que os dois refletiram um pouco sobre os momentos felizes do casamento e se Charles seria um bom rei, já que estava com a imagem arranhada.

No entanto, por mais que tenha sido interessante para o público e o enredo de “The Crown”, a cena é puramente fictícia. Não há registros de que Charles e Diana tenham se encontrado após se divorciarem.

Tragicamente, após o divórcio, Charles só foi ver Diana novamente no dia da morte da ex-esposa, que aconteceu em 31 de agosto de 1997, ocasião que também resultou no falecimento de Dodi Al-Fayed.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO que é fato e o que é invenção na 5ª temporada...
Augusto Ikeda
Augusto Ikedahttp://www.igormiranda.com.br
Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua no mercado desde 2013 e já realizou trabalhos como assessor de imprensa, redator, repórter web e analista de marketing. É fã de esportes, tecnologia, música e cultura pop, mas sempre aberto a adquirir qualquer tipo de conhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades