Por que Myles Kennedy não gosta de ter sua voz corrigida com programas

Vocalista do Alter Bridge e da banda de Slash prefere um erro espontâneo a uma mudança que não lhe represente

No início do Alter Bridge, Myles Kennedy teve sua voz corrigida através de alguns artefatos como o Pro Tools. Porém, o próprio confessou não ter se sentido confortável com a situação – embora admita que as novas tecnologias fazem parte do cotidiano de um artista no mundo atual.

Durante entrevista ao canal do YouTube de Justin Hawkins, vocalista e guitarrista do The Darkness, o frontman enfatizou preferir deixar algum erro espontâneo a forçar algo automatizado. Conforme transcrição do Ultimate Guitar, ele disse:

“Quando o Pro Tools se tornou uma novidade, especialmente com correção de afinação, alguns engenheiros ficaram maravilhados. Muitas vezes eu sinto, não apenas com notas, mas também com ritmos e outras coisas, eles olham para a grade de volumes na tela e então começam a mover as coisas. Se um baterista transmite uma sensação realmente ótima e dá uma relaxada – eu adoro isso; aquela coisa tipo John Bonham, apenas um milissegundo atrasado. Mas então, os engenheiros olham para isso e corrigem. É irritante.”

- Advertisement -

No que diz respeito a afinação, Myles destaca que nem tudo pode soar perfeito — especialmente se não foi reproduzido daquela forma de verdade.

“Era tipo, se você está fazendo um DVD ao vivo ou algo assim, assiste e pensa ‘Não me lembro de ter atingido aquela nota precisamente, lembro de ter mergulhado até chegar nela’. São pequenas coisas assim. Mas, com o passar do tempo, os produtores com quem trabalhei abraçaram esse elemento humano, o que é incrível. Então não preciso me preocupar com isso mais.”

Myles Kennedy, Alter Bridge e Slash no Brasil

Ainda este ano, Myles Kennedy vem ao Brasil com o Alter Bridge. A banda se apresenta em São Paulo, dia 8 de novembro. O local é o Espaço Unimed.

Leia também:  Lenny Kravitz guardou baseado que fumou com Mick Jagger por 10 anos — até ficar sem maconha

Posteriormente, o cantor já tem retorno agendado à América do Sul, desta vez com Slash. O grupo solo do guitarrista do Guns N’ Roses toca no festival argentino Cosquín Rock, em Córdoba, Argentina, dia 24 de fevereiro de 2024.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

Leia também:  Pinksnake? Quando David Gilmour achou que entraria para o Whitesnake
ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que Myles Kennedy não gosta de ter sua voz corrigida com...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades