A única técnica que Joe Bonamassa não consegue executar na guitarra

Músico admite que não consegue se desenvolver instrumentalmente sem se valer da palhetada

Joe Bonamassa é um dos grandes fenômenos musicais das últimas décadas. Com raízes fincadas no blues e no rock, o músico conseguiu se sobressair tanto como intérprete e, principalmente, como guitarrista. Tal qual seus heróis, hoje ele é uma referência para aspirantes nas seis cordas.

Porém, também é um humano e possui limitações. O próprio reconheceu não ter domínio sobre uma técnica específica: o ligado, que consiste em executar certo grupo de notas de forma melódica palhetando o mínimo possível, utilizando somente a mão no braço do instrumento para a execução.

- Advertisement -

Disse o artista ao Shred With Shifty, do guitarrista Chris Shiflett (Foo Fighters), conforme transcrição da Guitar World:

“Sou nota zero no ligado. Nada. Sou da escola de Al Di Meola, meu negócio é palhetar.”

Em 2020, à própria Guitar World, Bonamassa já havia se declarado inapto na técnica. E ainda mencionou um amigo que a fazia muito bem.

“Eric Johnson mescla o ligado e a palhetada perfeitamente. No meu caso, preciso palhetar cada nota, especialmente quando é para tocar rápido. Tentei incorporar um pouco, mas o técnico que me acompanha em turnê – que é extremamente bom nisso e um grande fã de Allan Holdsworth – me encarava com um olhar de ‘Você está se envergonhando, Bonamassa’. Então, decidi que não estava em meu melhor interesse seguir esse caminho.”

Joe Bonamassa no Brasil em 2024

Recentemente, Joe Bonamassa foi anunciado como uma das atrações do Best of Blues and Rock 2024. Ele toca dia 20 de junho no Rio de Janeiro (Vivo Rio), 22 em São Paulo (Parque Ibirapuera) e 24 em Curitiba (Live Curitiba). Zakk Sabbath, Eric Gales, CPM 22, Kiko Loureiro, Hibria, Di Ferrero e Yohan Kisser também integram o lineup em diferentes localidades.

Leia também:  Por que o Black Sabbath proibiu o Kiss de abrir seus shows, segundo Geezer Butler

Recentemente, o supergrupo Black Country Communion anunciou o álbum “V” – detalhes completos clicando aqui. O quarteto, que também conta com Glenn Hughes, Derek Sherinian e Jason Bonham, estava há mais de meia década sem se reunir.

Em 17 de maio, Joe lança o trabalho solo ao vivo “Live at the Hollywood Bowl with Orchestra”, gravado ano passado nos Estados Unidos. Saiba mais e confira uma prévia clicando aqui.

Sobre o músico

Nascido em New Hartford, estado americano de Nova York, Joseph Leonard Bonamassa começou a se destacar aos 12 anos. À época, abriu uma turnê de 20 shows de B.B. King.

Em 1991, teve a banda Bloodline, com os filhos de Miles Davis, Robby Krieger (The Doors) e Berry Oakley (Allman Brothers Band). Apenas um disco foi lançado.

Além do trabalho solo e o Black Country Communion, também fez parte do Rock Candy Funk Party, voltado ao jazz/funk. Ainda teve uma parceria prolífica com a cantora Beth Hart.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA única técnica que Joe Bonamassa não consegue executar na guitarra
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades