A curiosa razão pela qual Josh Kiszka passou a visitar cemitérios regularmente

Caminhadas diárias feitas pelo vocalista do Greta van Fleet ajudaram no processo de composição do novo álbum, “Starcatcher”

Passeios em cemitérios podem parecer uma prática ultrapassada. Contudo, Josh Kiszka mostrou que o costume ainda tem seu valor. Promovendo o recém-lançado “Starcatcher”, terceiro álbum full-length do Greta Van Fleet, o vocalista revelou um detalhe curioso sobre a construção da atmosfera das músicas. 

Em entrevista à Forbes, Kiszka refletiu sobre o processo criativo por trás do álbum. De acordo com o músico, o produtor Dave Cobb o incentivou a frequentar cemitérios para canalizar a energia do local e chegar ao conceito final do trabalho. 

“Dave disse: ‘por que você não vai a este ou aquele cemitério para compor?’ [risos] E eu pensei: ‘ok, isso é macabro, mas vou tentar’. Eram caminhadas de uma hora, aqui ou ali, sentando em algum lugar de um cemitério para absorver a energia e deixar o ambiente conduzir o subconsciente até que, com pouquíssimos parâmetros, se chegasse a um conceito ou uma ideia e comunicá-la.”

- Advertisement -
Leia também:  O único shredder que Jake Kiszka (Greta Van Fleet) admira

O artista ainda revelou que não percebeu de cara a influência das caminhadas nos temas das composições. 

“De várias maneiras, estou notando coisas agora nos aspectos temáticos das letras, o que elas querem dizer, que eu não percebia quando estávamos compondo ou gravando. Acho que provavelmente teve alguma influência, assim como provavelmente teve em muitos dos grupos que provavelmente criaram nesses lugares.”

Leia também:  Caso de homicídio culposo contra Alec Baldwin é arquivado

Josh Kiszka e a captura do momento

Por fim, Josh Kiszka refletiu sobre o significado de “Starcatcher” na trajetória do Greta Van Fleet. O cantor enxerga cada álbum como um retrato do momento atual da banda. 

“Acho que ele realmente captura a essência do momento. O mesmo acontece com o álbum anterior [‘The Battle at Garden’s Gate’]. Isso nos captura naquele momento. Liricamente, provavelmente parece muito congruente. Como tudo existe neste mundo, não são apenas as influências que estão chegando neste período de três meses, mas também é uma captura do Greta Van Fleet e captura tudo o que estava acontecendo naquele momento.”

Greta Van Fleet e “Starcatcher”

Lançado no último dia 21 de julho, “Starcatcher” teve um desempenho morno nas paradas, além de críticas divididas. Produzido por Dave Cobb, o registro tem a proposta de apresentar histórias e personagens ligados ao cosmos. 

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA curiosa razão pela qual Josh Kiszka passou a visitar cemitérios regularmente
Tairine Martins
Tairine Martinshttps://www.youtube.com/channel/UC3Rav8j4-jfEoXejtX2DMYw
Tairine Martins é estudante de jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Administra o canal do YouTube Rock N' Roll TV desde abril de 2021. Instagram: @tairine.m

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades