Claire Foy e Olivia Colman podem voltar a “The Crown” para última temporada

Público também deve ver uma versão ainda mais jovem de Elizabeth, quando ela ainda era princesa durante a Segunda Guerra Mundial

A sexta e última temporada de “The Crown”, série da Netflix sobre a Família Real britânica, deve prestar homenagem a Elizabeth II, falecida em setembro de 2022, reunindo todas as gerações da rainha. 

As duas atrizes responsáveis por interpretar a regente anteriormente, Claire Foy e Olivia Colman, iriam segundo o The Sun se reunir com Imelda Staunton, intérprete atual; A ideia é filmar uma sequência de cenas especiais.

- Advertisement -

Estaria também com elas a atriz Viola Prettejohn, interpretando uma versão de Elizabeth durante a Segunda Guerra Mundial, quando ainda era princesa de Gales.

Ainda não há previsão de estreia para a sexta temporada de “The Crown”.

Polêmica com “The Crown”

Lançada em novembro do ano passado, a quinta temporada de “The Crown” gerou polêmica junto à monarquia antes mesmo de sair. Em outubro daquele ano, o ex-primeiro ministro John Major deu uma declaração oficial acerca de uma cena fictícia envolvendo ele e o então-príncipe Charles em 1991. 

Uma pesquisa feita pelo jornal Sunday Times naquele ano argumentava que a rainha Elizabeth deveria abdicar em favor de Charles. Em uma cena da quinta temporada, o príncipe apareceu concordando com os resultados numa conversa com o então primeiro ministro.

Leia também:  Angra faz shows sem baixista após Felipe Andreoli passar por cirurgia emergencial

Major fez questão de negar a existência de tal conversa. Em declaração feita através de um porta-voz (via Sky News), o ex-premiê falou:

“Nunca houve qualquer discussão entre Sir John e o então príncipe sobre qualquer possibilidade de abdicação da falecida rainha Elizabeth II. Isso deve ser visto como nada além de ficção danosa e maliciosa. Um monte de besteira inventada por nenhuma outra razão além de criar o máximo de impacto – inteiramente falso – dramático.”

Apesar de “The Crown” desde o início deixar claro o caráter fictício de sua dramatização da vida da família real, a imprensa britânica comprou a briga criada por John Major, fazendo a Netflix adiar até uma série documental sobre o príncipe Harry e Meghan Markle.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasClaire Foy e Olivia Colman podem voltar a “The Crown” para última...
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades