A resposta de Tatiana Maslany a quem não curtiu final de “Mulher-Hulk”

Conclusão de temporada da série foi marcado por uma decisão narrativa arriscada; atriz gosta que pessoas estejam reagindo, independente se for de modo positivo ou não

O final da primeira temporada de “Mulher-Hulk”, em que (cuidado: spoilers adiante) a personagem interpretada por Tatiana Maslany quebra a quarta parede no clímax, foi bem divisivo entre fãs do Universo Cinematográfico Marvel (UCM). Como toda discussão sobre assuntos desse tipo atualmente, o discurso tem ficado bem insalubre, mas a estrela da série tem um recado para quem não gostou.

Dando uma entrevista para o programa americano Extra, Maslany falou sobre as reações ao final e quem não gostou:

“Só quero que saibam que, para mim, qualquer reação ao final é ótima. Eu adoro que pessoas tenham problemas com ele. É difícil para algumas pessoas e outras estão tipo, que alívio. Eu acho que é desafiador no sentido que desmonta muitas coisas que entendemos como verdade, e pra mim isso é uma ideia empolgante.”

- Advertisement -

A atriz ainda falou sobre suas expectativas para o futuro da personagem, dizendo:

“O que me atraiu para essa personagem foi o quão inesperada ela era… para mim, se for surpreendente e meio que virando as coisas de ponta a cabeça, fazendo isso com as expectativas, isso é tudo que quero.”

Leia também:  Jason Newsted anuncia venda de vários instrumentos, incluindo da época com o Metallica

Sobre “Mulher-Hulk”

A primeira temporada de “Mulher-Hulk” está disponível para streaming no Disney+. A direção da obra ficou a cargo de Kat Coiro (“Marry Me”, “It’s Always Sunny in Philadelphia”), com roteiro de Jessica Gao (“Rick and Morty”).

Os fãs de heróis mais convencionais devem ficar atentos ao assistir. A série terá uma abordagem voltada ao humor, ironizando os típicos estereótipos das tramas do gênero. 

Criada por Stan Lee e desenhada por John Buscema, a primeira aparição da Mulher-Hulk ocorreu em fevereiro de 1980, em uma HQ própria. Ela ganhava seus poderes após sofrer um acidente e receber uma transfusão de sangue do Hulk. Ao contrário do primo, Jennifer consegue manter a inteligência e o controle emocional quando transformada.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA resposta de Tatiana Maslany a quem não curtiu final de “Mulher-Hulk”
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades