Sepultura não descarta parceria com Anitta: “por que não?”

Misturas musicais "fora do centro" fazem parte do cotidiano dos músicos dentro e fora da banda

Da Família Xororó à Orquestra Sinfônica Brasileira, vários estilos musicais já passaram pela árvore genealógica do Sepultura, seja em parceria com a banda ou com seus integrantes de forma avulsa.

Em entrevista ao Gshow durante o Rock in Rio, o guitarrista Andreas Kisser deixou em aberto até mesmo a possibilidade de colaborar com a artista brasileira em maior evidência no exterior atualmente: Anitta.

“Por que não? O Sepultura está sempre aberto a possibilidades, a gente não tem medo e não se assusta com nada. Tudo é arte, tudo é música. Desde uma orquestra até o som que a Anitta faz… Tudo é possível.”

- Advertisement -

O baterista Eloy Casagrande também se declarou orgulhoso com a repercussão que a cantora vem alcançando. E ressaltou o fato de a fama de Anitta ser positiva para toda a música brazuca.

“A gente fica muito orgulhoso porque é a nossa música. Eu acho que a gente tem que quebrar essas barreiras do estilo, o que é pop, funk… Não tem nada a ver, é música brasileira, é artista brasileiro…”

Sepultura e Anitta

O Sepultura realizou o primeiro show do Palco Mundo na edição 2022 do Rock in Rio, em parceria com a Orquestra Sinfônica Brasileira, na última sexta-feira (2). As bandas Gojira, Iron Maiden e Dream Theater também se apresentaram no espaço na noite em questão.

Leia também:  A melhor parceria que o Sepultura fez até hoje, segundo Andreas Kisser

Recentemente, Anitta se tornou a primeira artista brasileira a vencer uma categoria do Video Music Awards, principal premiação da MTV americana. O hit “Envolver” faturou o astronauta de prata na categoria Melhor Música Latina.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasSepultura não descarta parceria com Anitta: “por que não?”
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

2 COMENTÁRIOS

  1. Sepultura para mim hoje em dia: ouvir os discos clássicos e ver shows clássicos!!!! Muita coisa depois do Against quase não escuto ou vejo, na minha opinião o disco atual do Testament está melhor do que o Quadra, sem contar que o quadra algumas coisas ali soam algo do Testament!!!! Testament escuto até hoje em todas as suas fases e atualmente, valeu!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades