Quando Alex Van Halen enlouqueceu colegas de banda ao buscar som de John Bonham

Baterista do Van Halen teve saudoso integrante do Led Zeppelin como inspiração durante processo de criação do disco “For Unlawful Carnal Knowledge” (1991)

Em junho de 1991, o Van Halen lançou o seu nono álbum de estúdio, “For Unlawful Carnal Knowledge”. Terceiro disco com Sammy Hagar nos vocais, o trabalho marcou o retorno da banda a um som mais pesado e atingiu o primeiro lugar da parada americana Billboard 200.

­

- Advertisement -

De acordo com Hagar, a meta era “fazer o disco definitivo do Van Halen”. Assim, durante o processo de criação, o baterista Alex Van Halen se empenhou e buscou inspiração em um saudoso colega de instrumento: John Bonham, do Led Zeppelin.

Em vídeo postado recentemente no YouTube, com transcrição da Ultimate Guitar, Michael Anthony relembrou o período. Segundo o baixista, Alex deixou todos os companheiros de grupo loucos enquanto tentava encontrar uma sonoridade parecida com a de Bonzo para o projeto em específico. 

O músico declarou:

“Alex estava sempre buscando uma coisa durante o processo: o som da caixa semelhante ao de John Bonham. Vocês não fazem ideia de quantas pessoas ele enlouqueceu por causa disso. A caixa acabava surgindo o tempo todo. Al definitivamente é um baterista que tinha um som de bateria muito único, especialmente por causa da caixa. Para mim, ele era o melhor nisso em todo o rock’n’roll […]. Ele costumava enlouquecer produtores, engenheiros, todo mundo, por causa disso [risos].”

Ainda, de acordo com Hagar, o foco de Alex também envolveu o som do bumbo. Nas palavras do cantor, o baterista mostrou muita dedicação e preocupação como um todo em relação ao “For Unlawful Carnal Knowledge”.

Leia também:  A curiosa razão que levou Steve Harris a sair de sua banda pré-Iron Maiden

“Ele foi para o estúdio uma ou duas semanas antes de todo mundo e simplesmente experimentou tocar em vários lugares diferentes, movendo a bateria, afinando a caixa de maneiras distintas, enquanto eu dizia: ‘me liguem quando vocês estiverem prontos’. Ele realmente trouxe voracidade para esse disco, que tem uma sonoridade durona.”

Alex Van Halen e John Bonham

Anteriormente, o produtor Andy Johns já havia contado a mesma história. Em conversa resgatada pela Ultimate Classic Rock, ele afirmou:

“Alex queria muito… ele sempre quis soar como Bonzo. E eu me lembro da primeira vez que ele tocou para mim a virada de ‘’Stairway to Heaven’ e me disse ‘faça minha caixa soar assim’. Eu respondi ‘claro, sem problemas’, então seguimos esse caminho e demorou muito tempo.”

Sobre “For Unlawful Carnal Knowledge”

“For Unlawful Carnal Knowledge” trouxe um Van Halen renascido e isso também se refletiu nos números do álbum. Além do 1º lugar nas paradas dos Estados Unidos, mantido por três semanas em seguida, e das posições de número 5 e 6 na Austrália e Alemanha, respectivamente, o trabalho conquistou o Grammy de Melhor Performance de Hard Rock em 1991.

Leia também:  Por que internet dificultou sucesso dos guitarristas, segundo Matteo Mancuso

Nos EUA, aliás, o registro vendeu mais de três milhões de cópias, rendendo certificação de platina tripla. Rolaram, ainda, disco de prata no Reino Unido e platina no Canadá, pelas 60 mil e 80 mil cópias comercializadas em cada país, respectivamente.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesQuando Alex Van Halen enlouqueceu colegas de banda ao buscar som de...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades