A curiosa razão pela qual Madonna irá dirigir sua própria cinebiografia

Cantora quer manter controle sobre sua história longe do alcance de homens misóginos

Poucos artistas na história da música popular tem a mesma capacidade de fazer o que querem como Madonna. A cantora americana ao longo de sua carreira se aventurou por toda e qualquer campo artístico disponível, encontrando sucesso comercial estrondoso ou ao menos reconhecimento de sua habilidade. E isso lhe dá mais cacife ainda para controlar sua imagem e seu legado.

Numa entrevista para a Variety, a artista revelou por que decidiu encarregar a si mesma da direção de sua cinebiografia, ainda sem título confirmado. Segundo a cantora:

“Eu tive uma vida extraordinária, logo preciso fazer um filme extraordinário. Foi também um ataque preventivo porque muita gente estava tentando fazer filmes sobre mim. A grande maioria sendo homens misóginos. Então meti o pé na porta e falei: ‘ninguém vai contar a minha história a não ser eu mesma’.”

Essa não será o primeiro longa dirigido pela cantora, que já comandou “Filth and Wisdom”, de 2008, e “W.E.”, de 2012. Ela também será uma das autoras do roteiro do filme, em parceria com Diablo Cody, vencedora do Oscar de Melhor Roteiro Original por “Juno”. 

Quanto ao andamento do projeto – que recentemente escalou Julia Garner, da série americana “Ozark”, para o papel principal -, a cantora afirmou que ainda está na etapa de roteiro, dizendo:

“Tenho um roteiro bem longo que é muito difícil para mim encurtar. Tenho dado uma esculpida, mas é como amputar meus membros.”

Testes de Madonna

Também de acordo com a Variety, Julia Garner foi selecionada para o papel após uma verdadeira “maratona” promovida pela produção do filme, entre concorrentes como Florence Pugh, Alexa Demie, Sky Ferreira e Bebe Rexha. Testes e treinamentos complexos foram submetidos a Garner antes da escolha de seu nome para o trabalho. A seletiva analisou não somente aspectos de atuação, como também dança e canto.

Madonna acompanhou pessoalmente o processo juntamente de seu coreógrafo de turnê. Relatos dão conta de que os testes chegavam a durar até 11 horas e as candidatas eram levadas ao limite de sua condição física.

A produção começou ainda em 2019. A pandemia certamente colaborou para um atraso, mas a popstar não tem pressa em entregar o material para a Universal Pictures, estúdio responsável pela produção e distribuição da obra.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

2 comentários
  1. anos 80 e 90 foi o auge de Madonna e Cyndi Lauper!!!! Lembro de assistir um especial com video clipes na tv aberta sobre essas duas cantoras…era uma rivalidade na época criada pela a própria mídia!!!! Sou fã de Cyndi Lauper…Madonna, algumas músicas dela eu gosto!!!! valeu!!!!

  2. Madonna é apenas um produto do entretenimento e da mídia. Nunca fez arte e nem fará. Rainha do show com playback e do mal gosto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share