Quando Dave Mustaine ferrou show do Angra e fez segurança dar chave em Paulo Baron

Situação foi narrada por Rafael Bittencourt em seu podcast Amplifica; empresário da banda também se manifestou

Uma história curiosa envolvendo Megadeth e Angra foi narrada pelo guitarrista da segunda banda, Rafael Bittencourt, em seu podcast, Amplifica. O músico disse que Dave Mustaine, líder do grupo americano de thrash metal, boicotou uma apresentação que tinha os brasileiros como banda de abertura no Net Live, em Brasília, no dia 12 de agosto de 2016.

Na época, o guitarrista Kiko Loureiro havia acabado de deixar o Angra para se juntar ao Megadeth. Era a turnê de seu primeiro álbum com a banda, “Dystopia”, lançado em janeiro daquele ano.

Por sua vez, o Angra promovia o disco “Secret Garden” (2015), gravado ainda com Kiko, mas trazendo Marcelo Barbosa na turnê. O álbum havia marcado ainda as estreias do vocalista Fabio Lione e do baterista Bruno Valverde.

Conforme relatado por Bittencourt e transcrito pelo Whiplash, o caso em Brasília envolveu supostos ciúmes de Mustaine e um pedido feito ao segurança Night, que também havia começado a trabalhar com o Megadeth após anos com o Angra.

“Teve uma vez que o Angra abriu para o Megadeth em Brasília e o Night, que era amigo nosso de anos, virou segurança de show. Ele já fez segurança de Axl Rose e tudo mais. É um lutador! Ele era segurança do Dave Mustaine, mas começou sendo segurança do Angra.

O Dave estava em um mal dia e estava aporrinhando minha paciência. Ele queria atenção, acho. Sei que desligaram nossa luz no meio do show. Aí, o Baron estava puto. O Mustaine estava tipo: ‘banda de abertura vai se f#der na minha mão, especialmente se é a ex-banda do meu guitarrista’. Tinha um pouco disso, sabe?”

Ainda segundo Rafael, Dave, além de ter sido o responsável por causar problemas técnicos durante o show do Angra, pediu para que o empresário da banda brasileira, Paulo Baron, fosse retirado do local. A solicitação foi feita justamente ao segurança.

“Aí o Mustaine mandou o Night tirar o Baron de lá na chave. Foi louco isso! Todo mundo junto, na maior saia-justa! Era algo surreal. Aí passou o Night chorando com o Baron no pescoço, falando: ‘Fui forçado, Rafa!’, aí o Baron: ‘Me solte, Night!’. Não entendo mais a realidade!”

Paulo Baron confirma treta com Dave Mustaine

Em publicação no Instagram, Paulo Baron confirmou o desentendimento com Dave Mustaine na ocasião. O empresário acrescentou que houve uma “troca de insultos que quase foi levada às vias de fato” e declarou que “saiu carregado pelo pescoço” por Night.

“Sobre o que o Rafael Bittencourt disse que eu saí carregado pelo pescoço pelo segurança do Megadeth, sim, aconteceu, pois o Dave Mustaine estava com ciúmes porque o Kiko poderia tocar com o Angra e ele quis impedir. Kiko havia acabado de entrar no Megadeth e eles compartilharam o show em Brasília, mas o Angra estava com o público efervescente.

O Dave Mustaine mandou tirar metade do LED, metade da luz e metade do som, inclusive impedindo a venda do merchandising. No backstage houve uma troca de insultos entre Mustaine e eu que quase foi levada as vias de fato, mas terminou sendo contornada pelo próprio segurança da banda, conhecido como Night, que era amigo de todos e também ja trabalhou para mim no passado. Afinal de contas todos foram profissionais, mas é difícil agradar o Dave Mustaine quando ele tem ciumes.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
7
Share