Streaming salvou a indústria da música, diz M. Shadows

“Os fãs podem ouvir você a qualquer momento. Devemos nos adaptar ao invés de ficar discutindo se vamos lançar o disco em CD, vinil ou streaming”, refletiu o vocalista do Avenged Sevenfold

Recentemente o vocalista do Disturbed, David Draiman, já havia declarado que os serviços de streaming salvaram a indústria musical, que sofria os danos dos downloads ilegais sem perspectivas. Agora, outro frontman abraçou o discurso. Em entrevista ao The Bob Lefsetz Podcast, M. Shadows exaltou como os aplicativos facilitaram sua vida e ofereceram uma nova possibilidade de renda.

No começo de sua explanação, o cantor do Avenged Sevenfold falou sobre a praticidade de poder andar por aí com toda sua coleção de músicas.

“Pulei de cabeça no streaming quando tive a oportunidade de não precisar mais andar por aí carregando CDs e discman.”

Para o músico, a resistência ainda existe por parte de pessoas que experimentaram uma realidade que não existe mais.

“Acho estranho quando vejo todas essas bandas velhas destilando rancor contra o formato, reclamando que não vendem mais CDs. Será que isso acontece por não serem mais relevantes? Sejamos francos, para concorrer no mesmo campo do Justin Bieber ou The Weeknd, precisamos entrar nas mesmas plataformas, jogar o jogo. Assim, o público pode ter acesso ao Metallica ou Avenged Sevenfold.

Ainda há essas pessoas que dizem: ‘o streaming matou a indústria, e agora temos que fazer isso e temos que fazer aquilo’. Não, o streaming salvou a indústria e os consumidores. Os fãs podem ouvir você a qualquer momento. Devemos nos adaptar ao invés de ficar discutindo se vamos lançar o disco em CD, vinil ou streaming. Às vezes ficamos presos a velhos modelos, especialmente o metal. ‘Nós não vamos nos mover junto com o resto do mundo, gostamos desse jeito’. Mas é uma batalha que já foi perdida.”

Atualmente, o Spotify é o mais popular serviço de streaming do mundo, com 406 milhões de usuários ativos, sendo 180 milhões deles em modalidades pagas. Seus arquivos contam com mais 82 milhões de músicas e outros registros de áudio.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
  1. Eu sou da Old School, ainda tenho fitas e CDS…escuto pouca coisa pela a internet!!!! Saudade da época em que ia em lojas de CDS, DVDS e locadoras!!!!valeu

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
15
Share