Stream mostra como é o show de Slash feat. Myles Kennedy and the Conspirators em 2022

Apresentação na House of Blues de Boston, nos Estados Unidos, foi filmada para transmissão online via Veeps

Está disponível para reprodução online uma apresentação do Slash feat. Myles Kennedy & The Conspirators na House of Blues de Boston, nos Estados Unidos. O show foi realizado no último dia 7 de março e liberado na plataforma Veeps na última sexta-feira (15) pelo valor de R$ 70,48 – o material já está fora do ar, pois ficaria disponível por apenas 48 horas após a exibição inicial.

A apresentação em Boston fez parte da primeira turnê de Slash feat. Myles Kennedy & The Conspirators desde o início da pandemia. O giro, realizado pelos Estados Unidos, promove o novo álbum do projeto: “4”, lançado no último mês de fevereiro.

Como esperado, várias músicas desse disco estão presentes no repertório. São elas: “Spirit Love”, “The River is Rising”, “Whatever Gets You By”, “C’est La Vie”, “Fill My World” e “Call Off the Dogs”.

O restante do set é composto por faixas de outros trabalhos do Conspirators – com destaque às cinco músicas do ótimo “Apocalyptic Love” (2012) – e do disco solo “Slash” (2010). Ainda há espaço para versões de canções de Lenny Kravitz (“Always on the Run”, cujo solo original é do próprio Slash), Elton John (“Rocket Man”, também regravada em estúdio para a trilha do filme “Stuntman”) e Slash’s Snakepit (“Speed Parade”, talvez a aparição mais surpreendente).

E, sim, nada de Guns N’ Roses. Slash até havia prometido na turnê anterior, do álbum “Living the Dream” (2018), que não tocaria mais em carreira solo músicas da banda que o consagrou. Não cumpriu, pois “Nightrain” foi mantida. Agora, o homem da cartola levou a sério e realmente focou seu show completamente nas iniciativas fora do GN’R – até porque ele está de volta ao grupo desde 2016, então, quem quiser ouvi-lo performar aquelas canções, que vá a uma apresentação do Guns.

Tecnicamente, não há do que reclamar da stream. Renderia (e arriscaria o palpite de que vai render) um álbum e/ou DVD ao vivo, como ocorrido em outras turnês. O material está bem gravado tanto em áudio quanto em vídeo, apesar de alguns momentos onde a pouca iluminação não favorece tanto o visual.

Além disso, não há nenhum overdub aparente. Faz sentido se considerarmos a filosofia de Slash de sempre priorizar o que realmente sai ao vivo. Nem mesmo falhas muito pequenas, como uma nota de um solo que não saiu totalmente clara, foram retocadas ou retiradas. Como pude assistir a um show do projeto em 2019, dá para assegurar que o registro é muito próximo do que podemos testemunhar frente a frente, fora das telas.

O repertório, já descrito anteriormente e listado por completo ao fim da matéria, foi bem escolhido. Como “4” é um álbum mais consistente que “Living the Dream”, o show no geral ficou mais encorpado e até pesado. As presenças de “Always on the Run” e “Rocket Man” ajudam, cada uma a seu modo, a trazer uma dinâmica diferente à performance. Por já estar acostumado com a carreira solo de Slash, não senti falta de músicas do Guns N’ Roses – que nem sempre caem muito bem na voz de Myles Kennedy.

E por falar no vocalista, tanto ele quanto o grupo de instrumentistas seguem afiados. Acostumados com o palco, os músicos demonstram entrosamento mesmo em músicas que poderiam ficar um pouco emboladas ao vivo, como a intensa “Shots Fired”, a pesada “Nothing to Say” e a já citada “Rocket Man”, onde o baterista Brent Fitz se alterna entre teclado e bateria (e quando vai às teclas, segue marcando o chimbal com um dos pés).

O preço é salgado como o de todas as streams pagas de shows das quais tive notícia desde o início da pandemia. Mas o fã que decidir assistir ao show de Slash feat. Myles Kennedy and the Conspirators na Veeps terá aquilo que provavelmente espera: uma boa performance de cinco caras mais preocupados em subir ao palco e simplesmente tocar do que oferecer elaboradas experiências audiovisuais.

Slash feat. Myles Kennedy and the Conspirators – Live from Boston

  1. Driving Rain
  2. My Antidote
  3. Shots Fired
  4. Halo
  5. Back From Cali (do álbum “Slash”)
  6. Spirit Love
  7. The River Is Rising
  8. Whatever Gets You By
  9. Always on the Run (cover de Lenny Kravitz cover; Todd Kerns no vocal)
  10. Standing in the Sun
  11. Speed Parade (original do Slash’s Snakepit)
  12. C’est La Vie
  13. Fill My World
  14. The One You Loved Is Gone
  15. Call off the Dogs
  16. Doctor Alibi (do álbum “Slash”; Todd Kerns no vocal)
  17. Rocket Man (cover de Elton John)
  18. Nothing to Say (do álbum “Slash”)
  19. You’re a Lie
  20. World on Fire
  21. Anastasia (Bis)

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
10
Share