Foto: divulgação

A história da incrível demo do Van Halen produzida por Gene Simmons em 1976

Banda surgiu oficialmente em 1978 com seu álbum de estreia homônimo, mas já havia chamado atenção do baixista do Kiss dois anos antes

O Van Halen surgiu diante do grande público com seu álbum de estreia homônimo, lançado em 1978. Entretanto, dois anos antes, eles já haviam chamado a atenção de Gene Simmons, baixista e vocalista do Kiss.

O linguarudo faz questão de se considerar o grande “descobridor” da banda dos irmãos Eddie (guitarra) e Alex Van Halen (bateria), que era completa por David Lee Roth (vocal) e Michael Anthony (baixo). Não só isso: ele chegou a produzir uma demo do grupo, ainda que a parceria não tenha seguido adiante.

Quando Gene Simmons soube do Van Halen

Antes da fama, entre 1974 e 1978, o Van Halen já era uma força a ser reconhecida nos palcos. As gravações daqueles tempos, ainda que amadoras, mostram que a banda estava pronta para o estrelato.

Gene Simmons assistiu a um show do quarteto pela primeira vez em 1976, na boate Starwood, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Na época, o integrante do Kiss estava saindo com Bebe Buell, que depois teria um relacionamento com Steven Tyler, do Aerosmith – juntos, inclusive, Bebe e Steven tiveram como filha a atriz Liv Tyler.

Em recente entrevista à Guitar World, Simmons relembrou a impressão que a banda lhe causou, com o óbvio destaque para Eddie Van Halen e David Lee Roth. O músico não estava esperando, já que o grupo era o antepenúltimo da noite, bem distante da posição de “atração principal”.

“Era como uma sinfonia. Olhei e só tinha um cara (Eddie) no palco, fazendo aquele tapping de duas mãos que eu nunca havia visto alguém fazer antes. Eles fizeram o show e eu sabia que tinha que contratá-los. Havia um cara (David Lee Roth) sem camisa pulando e fazendo acrobacias. Eu os levei a Nova York e produzi uma demo deles.”

A demo “Zero”, que nunca foi lançada

Foto: reprodução / YouTube

Intitulada “Zero”, a demo foi produzida inicialmente no estúdio Village Recorder, em Los Angeles, e concluída no lendário Electric Lady Studios, em Nova York.

Durante as gravações, Gene Simmons chegou a sugerir que a banda mudasse de nome, abandonando o sobrenome dos irmãos Van Halen para se chamar Daddy Longlegs, de acordo com um artigo do jornal L.A. Times. A ideia, claro, foi descartada.

De qualquer forma, a intenção de Simmons de produzir o primeiro álbum do Van Halen e ainda atuar como empresário deles acabou não se concretizando. O baixista tinha compromissos com o Kiss, que na época estava no auge de sua fama, com álbuns como “Destroyer” e “Rock and Roll Over” (ambos de 1976).

O que se ouve no material

A demo surgiu na internet anos depois e mostra alguns arranjos diferentes do que se ouve no álbum de estreia. Além disso, a sonoridade é um pouco mais simples, sem tantos overdubs, o que torna o resultado final um pouco mais cru.

Vale apontar que nem todas as músicas da demo foram aproveitadas para a tracklist final do primeiro álbum do Van Halen. Há, claro, canções como “On Fire” e “Runnin’ With the Devil”, mas “She’s the Woman”, por exemplo, só foi entrar no disco “A Different Kind of Truth”, de 2012.

“Somebody Get Me a Doctor”, por sua vez, apareceu no segundo trabalho do grupo, “Van Halen II”, de 1979. Já “House of Pain” foi parar em “1984” (1984), em uma versão bem diferente – algo que desagradou Gene Simmons anos depois, conforme ele próprio relata à Guitar World.

“Abra o YouTube, pesquise por ‘Gene Simmons Van Halen House of Pain’ e me diga se há algo errado com essa música. Soa como um rolo compressor. Mas eles nunca usaram.”

Chama atenção, ainda, que o baixo de Michael Anthony aparece um pouco mais na mix final da demo. Nos álbuns da banda, em geral, o som do instrumento não obtinha tanto destaque.

O próprio Eddie Van Halen não teria ficado feliz com o resultado da demo, já que o grupo não pôde gravar com seu equipamento – tiveram que usar o que estava disponível em estúdio. Talvez seja por isso que o material nunca tenha sido lançado oficialmente, nem como uma coletânea de raridades ou algo do tipo.

Ouça a demo “Zero”, produzida por Gene Simmons:

As músicas da demo, com minuto e segundo em que cada uma delas começa:

00:03​ On Fire
03:39​ Woman In Love
07:02​ House Of Pain
10:25​ Runnin’ With the Devil
13:59​ She’s the Woman
16:50​ Let’s Get Rockin’
19:52​ Big Trouble
23:24​ Somebody Get Me a Doctor
26:26​ Babe, Don’t Leave Me Alone
29:19​ Put Out the Lights

* Texto produzido com colaboração de André Luiz Fernandes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share