Por que Evan Rachel Wood não rompeu com Marilyn Manson após abusos

Em post nas redes sociais, atriz tentou explicar como funciona mentalidade das pessoas abusadas em relacionamentos e círculo de abuso que nem sempre permite que as vítimas saiam

A atriz Evan Rachel Wood publicou um post em sua conta oficial do Instagram para responder às perguntas sobre por que não deixou seu ex-noivo, Marilyn Manson, quando as agressões começaram. Ela tentou explicar como funciona a mentalidade das pessoas abusadas em seus relacionamentos e o círculo de abuso que nem sempre permite que as vítimas saiam.

Manson e Wood começaram a namorar em 2007. Três anos depois ficaram noivos, mas decidiram terminar logo a seguir.

A razão por trás disso permaneceu desconhecida até o testemunho no Senado da Califórnia pelo Phoenix Act, quando ela revelou ter sido abusada física, psicológica e sexualmente. Mais tarde, deu nome ao agressor e continuou a compartilhar detalhes sobre o relacionamento marcado por violência, estupro, medo e chantagem.

Após Rachel ter vindo a público, mais de quinze mulheres, incluindo a atriz Esmé Bianco e a modelo Ashley Morgan Smithline, revelaram ter passado por situações semelhantes enquanto estavam com Manson. Os advogados do cantor imediatamente refutaram todas as alegações, mas isso não impediu uma reação significativa da indústria e do público em geral.

Disse Evan na rede social:

“Quando você pergunta: ‘por que você não foi embora se foi tão ruim?’, literalmente se está demonstrando uma das razões pelas quais as vítimas não saem. Elas se culpam. Quando você defende alguém que foi denunciado por dezenas de homens e mulheres por ser abusivo, você também demonstra como alguém pode ficar preso no ciclo de abuso. Você mente para si mesmo porque a verdade é muito dolorosa. Não só você não pode encarar o que isso significa sobre a pessoa que você ama, mas não consegue encarar o que isso pode significar sobre você. Quando você culpa as vítimas, você prova nosso ponto.”

Acusações contra Marilyn Manson

Atualmente, Marilyn Manson é acusado de abusos sexuais, psicológicos e até mesmo de tráfico humano por várias mulheres. Em novembro do ano passado, a polícia de Los Angeles cumpriu mandado de busca e apreensão em sua mansão de West Hollywood.

ATENÇÃO: caso tenha enfrentado uma situação do tipo ou conheça algum caso próximo, não se furte de denunciar. Relatos podem ser feitos pelos telefones 100 (Disque Direitos Humanos) ou 180 (Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência). O anonimato é garantido.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
31
Share