Como o heavy metal passou a estar ligado ao satanismo, na visão de Bruce Dickinson

Vocalista do Iron Maiden cita produções cinematográficas e cultura da década de 1950 para estabelecer conexão

Imagens típicas do satanismo estiveram ligadas ao heavy metal desde a concepção do estilo. A exploração de tal estética foi explorada por várias grandes bandas, desde o Black Sabbath até o Iron Maiden – e o vocalista desta última, Bruce Dickinson, compartilhou algumas reflexões sobre o assunto.

Em um trailer do podcast Psycho Schizo Espresso, comandado por Dickinson e o psicólogo e escritor Dr. Kevin Dutton, da Universidade de Oxford, o cantor do Iron Maiden explicou o objetivo das bandas de heavy metal na relação com o satanismo. O professor Steven J. Friesen, estudioso do Novo Testamento pela Universidade do Texas e autor do livro “Cultos Imperiais e o Apocalipse de John – Lendo o Apocalipse nas Ruínas” participou da conversa.

Conforme transcrito pelo Blabbermouth, Bruce recorreu a referências de sua infância para tentar explicar a conexão entre heavy metal e satanismo.

“Tenho 62 anos. No fim da década de 1950, a Europa era amplamente cristã. Muitos iam à igreja, bem mais do que atualmente. As pessoas acreditavam que havia um mal absoluto, assim como um bem absoluto, embora ninguém soubesse quem era o quê. Então, você tinha que ter algo que pudesse servir de referência para antagonizar.”

Heavy metal, satanismo e cinema

Ainda em sua fala, Bruce Dickinson estabeleceu uma analogia com o cinema para ilustrar a situação.

“O que as bandas fizeram ao adotar imagens foi chocar as pessoas, da mesma forma que os primeiros filmes do Hammer (estúdio inglês especializado em filmes de terror) reintroduziram Drácula, mas com sexo. Então eles realmente tinham Drácula, sangue, presas, sexo, o diabo – todas essas coisas faziam o público dizer: ‘oh meu Deus, isso é tão chocante’, mas empolgavam a todos em segredo.”

Como crianças eram geralmente proibidas de assistir a esse tipo de produção, criava-se um interesse em assistir a esse tipo de filme, de acordo com o cantor.

“Uma série de filmes foi lançada – ‘A Profecia’, ‘O Exorcista’ e coisas assim – fazendo com que todos tivessem a ideia de uma força física real do mal. Era muito empolgante, na verdade. Não porque você queria ser aquilo, mas saber que você poderia imaginar seu caminho para o drama, colocá-lo na música e dramatizá-lo.”

O trailer com as declarações do vocalista do Iron Maiden sobre heavy metal e satanismo pode ser conferido abaixo.

O primeiro episódio do podcast vai ao ar no dia 31 de outubro nas principais plataformas de streaming. A cada duas semanas, uma nova edição será disponibilizada, sempre às terças-feiras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
37
Share