Como Ozzy reagiu ao sucesso do Black Sabbath com Dio, segundo Bob Daisley

Madman sentiu o impacto de “Heaven and Hell”, primeiro álbum da banda sem sua presença

No final dos anos 1970, a relação entre Ozzy Osbourne e os demais integrantes da formação original do Black Sabbath estava severamente comprometida. O quarteto não conseguia falar a mesma língua musicalmente. Embora os derradeiros trabalhos tenham seus admiradores, a genialidade dos primórdios não se fazia mais presente. Some a isso montanhas de drogas e dinheiro, além de egos descontrolados. Temos o desastre.

Quando veio a separação, a banda encontrou em Ronnie James Dio a salvação. O vocalista assumiu a função e entregou bons discos – embora logo ali na frente entrasse em rota de colisão com os colegas. Já o Madman montou um grupo solo fenomenal e, com o tempo, venceria a disputa não oficial contra os então ex-amigos.

- Advertisement -
Leia também:  Guns N’ Roses está “tentando” fazer novo álbum, diz Slash

Um desses músicos foi o baixista e futuro desafeto Bob Daisley. Em entrevista de 2021 à Rolling Stone, o músico confessou que o sucesso inicial da antiga banda mexeu com Ozzy.

“Ele ficou preocupado com o sucesso que o Sabbath fez com Dio. Aquilo foi como um soco em seu estômago. Lembremos que era a época em que o punk fez bandas como eles, Deep Purple e Led Zeppelin serem considerados velhos.”

A formação da banda que fez “Blizzard of Ozz” e “Diary of a Madman” ainda contava com Randy Rhoads na guitarra e Lee Kerslake na bateria. Bob garante que a sonoridade não foi nada planejada.

“Não pensamos no que as rádios tocariam. Apenas entramos em estúdio e fizemos o que vinha à mente. Acho que essa honestidade e autenticidade transparece nas músicas e foi o que fez dar certo.”

Bob Daisley, Black Sabbath e Ozzy Osbourne

Curiosamente, Daisley cruzaria a fronteira invisível e se juntaria temporariamente ao Black Sabbath durante a gravação do álbum “The Eternal Idol”, de 1987. A seguir, passaria novamente pela banda de Ozzy no início dos anos 1990, gravando o clássico “No More Tears”. Hoje, ele e os Osbournes só se falam através de advogados.

Leia também:  Eddie Vedder detona discurso preconceituoso de jogador de futebol americano

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo Ozzy reagiu ao sucesso do Black Sabbath com Dio, segundo Bob...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades