Por que Jeff Scott Soto não fez a voz de Mark Wahlberg em “Rock Star”

Cantor interpretou os vocais do personagem Bobby Bears (Jason Flemyng), enquanto Chris "Izzy" Cole ficou a cargo de Miljenko Matijevic

Lançado em 2001, o filme “Rock Star” não foi um sucesso de bilheterias, mas conquistou uma fiel base de fãs. A trama, baseada na história de como Tim “Ripper” Owens se tornou vocalista do Judas Priest, trouxe Mark Wahlberg como protagonista. Assim como na inspiração, ele cantava covers de sua banda preferida, no caso o Steel Dragon. Quando o cantor Bobby Beers (Jason Flemyng) deixa o grupo, ele é chamado para um teste e se torna o novo frontman.

As músicas cantadas pelo personagem Chris “Izzy” Cole ganharam interpretação de Miljenko Matijevic, do Steelheart. Já as do equivalente a Rob Halford foram interpretadas por Jeff Scott Soto. Em entrevista ao podcast Breaking Absolutes (transcrita pelo Ultimate Guitar), o multibandas relembrou o contexto.

“Quem já viu o filme sabe que a primeira música, quando os créditos iniciais aparecem, é ‘Livin’ the Life’. Ali sou eu cantando. Depois, quando Mark Wahlberg e Jennifer Aniston estão no show, a banda toca ‘Stand Up’. Também é a minha voz. Ou seja, eu fiz as partes do vocalista original.”

- Advertisement -

A escolha por Jeff partiu do produtor Tom Werman, a quem ele já conhecia por conta de sessões com grupos como Stryper e o próprio Steelheart.

“Eu havia feito backing vocals para o segundo disco deles, ‘Tangled in Reins’. Então, ele se interessou em ver como trabalharíamos comigo sendo vocalista principal. Além disso, tinha meus irmãos Zakk Wylde e Jeff Pilson na banda, que apoiaram a minha escolha.”

Jeff Scott Soto e Miljenko Matijevic em “Rock Star”

Mas como foi definido que Jeff Scott Soto faria a voz de Bobby Beers, enquanto Miljenko Matijevic se encarregaria da de Izzy Cole?

“Eles entenderam que eu soava como um veterano. O personagem de Wahlberg era mais jovial. Disseram que eu era profissional demais.”

Vale citar que, inicialmente, o próprio Judas Priest faria a trilha sonora – e a banda levaria o nome dos britânicos. Porém, após ver o roteiro final, os músicos acharam dramatizado demais, com muitas características hollywoodianas. Sendo assim, abandonaram a produção.

Leia também:  As duas bandas com mulheres que estão entre as mais pesadas hoje, segundo Tom Morello

Sobre o Steel Dragon

Além dos já citados Zakk Wylde e Jeff Pilson, o Steel Dragon ainda contava com Jason Bonham na bateria, além do ator Dominic West interpretando o guitarrista Kirk Cuddy. Músicos como Blas Elias (Slaughter), Nick Catanese (Black Label Society) e Brian Vander Ark (The Verve Pipe) também contribuíram com a trilha, mas participam do filme como membros do tributo Blood Pollution.

As músicas do Steel Dragon são:

  • “Blood Pollution”, composta por Twiggy Ramirez (Marilyn Manson);
  • “Livin’ the Life”, feita por Steve Plunkett (Autograph) e Peter Beckett;
  • “Wasted Generation”, escrita por Desmond Child, A. Allen e J. Allen;
  • “Long Live Rock ‘n’ Roll”, cover do Rainbow;
  • “Stand Up”, de autoria de Sammy Hagar e aproveitada por ele próprio em versão para um de seus álbuns solo, “Not 4 Sale”, de 2002.

Uma observação que vale ser feita: “Reckless”, original do Phoenix Down, tem apenas um trecho presente no filme, mas a música não chegou a ser registrada por completo pelo Steel Dragon. A versão que circula pela internet é a original, que inclusive conta com a voz do guitarrista Kane Roberts (Alice Cooper), líder da banda em questão.

Sobre “Rock Star”

“Rock Star” foi lançado no dia 7 de setembro de 2001. Contudo, o investimento de US$ 57 milhões teve apenas US$ 19,3 milhões (em âmbito mundial) de retorno. Apenas US$ 2,3 milhões desse número veio de renda internacional, sendo que o filme saiu em todo o mundo.

Os atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos também contribuíram para o fracasso de bilheteria. Hoje, a película aparece de vez em quando em algum canal de filmes de televisão por assinatura. Também está disponível em streaming na AppleTV.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que Jeff Scott Soto não fez a voz de Mark Wahlberg...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades