Por que Jack White proíbe celulares em seus shows

Músico adotou essa regra em 2018 e nem ele mesmo acreditava que iria funcionar tão bem com seu público

Não é de hoje que alguns artistas tomam medidas restringindo o uso de celulares em suas apresentações. As proibições costumam gerar polêmica e dividir os fãs. Mesmo assim, muitos se tornaram adeptos da política visando proporcionar uma experiência que é, ao mesmo tempo, mais imersiva e respeitosa. Um desses casos é Jack White.

Desde 2018, o músico adotou a prática. Agora, em recente entrevista à CBC (transcrita pelo Ultimate Guitar), ele reafirmou suas convicções.

“Não é algo realmente novo. Já acontece na igreja, tribunais, orquestra, ópera, cinema… Sei que muitas pessoas entendem que o rock and roll deve ser avesso a regras. Porém, já adotamos a de proibir fumar e as que envolvem segurança. Podemos incluir mais uma. Não estamos mais no ambiente selvagem dos anos 1970.”

Jack se mostrou até mesmo surpreso com a maneira como a ideia foi abraçada por suas plateias.

“Confesso ter imaginado que não ia funcionar. Pensei que as pessoas iam odiar com todas as forças. Mas as reclamações são quase zero e todos deixam os eventos se sentindo como se realmente tivesse participado de uma grande experiência.” 

Jack White e os álbuns de 2022

Recentemente, Jack White lançou o single “If I Die Tomorrow”. A faixa estará no álbum “Entering Heaven Alive”, que será disponibilizado no dia 22 de julho pela Third Man Records.

O trabalho sucede “Fear of the Dawn”, que foi lançado em 8 de abril e chegou ao 4º lugar na Billboard 200, principal parada de discos dos Estados Unidos.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share