Ex-esposa de Eddie Van Halen diz que David Lee Roth a odeia sem motivo

Valerie Bertinelli negou ter sido a responsável por separar a formação original do grupo que leva o nome do guitarrista

Durante participação no podcast Literally! With Rob Lowe, a atriz e apresentadora Valerie Bertinelli falou sobre seu novo livro, “Enough Already: Learning To Love The Way I Am Today”. Ela aproveitou para tentar desmistificar a história de que sua relação com Eddie Van Halen foi responsável por separar a formação original do grupo que leva o nome do ex-marido.

Conforme transcrição do Toronto Sun, ela declarou:

“Fui acusada de ser a Yoko Ono do Van Halen. Mas nem Yoko separou os Beatles nem eu separei o Van Halen. O fato é que após Ed e eu nos envolvermos, foi estabelecida uma regra de que namoradas e esposas não eram mais permitidas na estrada. Não havia isso antes.”

Sem citar nomes, Valerie deixou claro que seu problema foi com o vocalista David Lee Roth. Como? Por um simples processo de eliminação.

“Me dou bem com Alex (Van Halen, baterista) e Michael (Anthony, baixista) até hoje. Meu problema foi com outra pessoa. Não sei o motivo, mas ele não gostava de mim. Sempre procurei ser legal, era tudo que podia fazer.”

Apesar de tanto tempo ter passado, Bertinelli diz ainda esperar poder fazer as pazes com o cantor algum dia.

“Gostaria de um dia me sentar com ele e perguntar: ‘Cara, o que eu fiz para você? Sempre fui sua fã, lhe considero um frontman brilhante, um compositor incrível, amo suas letras. Por que você não gosta de mim? O que houve?’.”

Valerie Bertinelli e Eddie Van Halen

Valerie Bertinelli e Eddie Van Halen foram casados entre 1981 e 2002. Os dois tiveram um filho, o também músico Wolfgang Van Halen. Apesar do rompimento, ambos continuaram tendo uma relação próxima até a morte do guitarrista, em outubro de 2020.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share