Anthony Kiedis detalha processo de criação de letras para o Red Hot Chili Peppers

“Gosto de encontrar uma nova maneira de adicionar letras a uma música para que não soe previsível ou como se já tivesse sido feita antes”, comenta o vocalista

O álbum “Unlimited Love”, lançado pelo Red Hot Chili Peppers no último dia 1º de abril, é o décimo-segundo de inéditas da carreira da banda. Com tanto tempo de estrada e tantas canções, o vocalista Anthony Kiedis já cantou sobre muita coisa.

Em entrevista ao Apple Music 1, transcrita pelo Noise11, o frontman explicou os assuntos que gosta de abordar.

“Eu amo todas as variedades de escrita lírica. A abstrata é uma das minhas favoritas. Tanto já foi dito em canções ao longo do tempo que eu gosto de encontrar uma nova maneira de adicionar letras a uma música para que não soe previsível ou como se já tivesse sido feita antes.”

Anthony Kiedis e “Unlimited Love”

Especificamente no novo disco, Anthony Kiedis revela ter passado pelo desafio de estar atrasado, o que impediu um trabalho mais detalhado e minucioso.

“Foram muitas ideias, tinham 20 músicas, depois mais 20 e ainda outras a seguir. Não pude me dar ao luxo de editar. O que quer que viesse eu tinha que fazer uso porque havia muito trabalho esperando por mim. Normalmente eu fico tipo: ‘Hmm, talvez isso aqui não’. Mas nesse caso foi: ‘Se veio a mim, está na música. Próxima’.”

A nova fase do Red Hot Chili Peppers

“Unlimited Love” marca o retorno do guitarrista John Frusciante ao Red Hot Chili Peppers, além da volta de Rick Rubin à produção, visto que ele não assinou a função no antecessor “The Getaway” (2016).

O grupo já tem 32 datas de shows marcadas para este ano entre Estados Unidos e Europa. Nomes como The Strokes, Beck, St. Vincent, HAIM, ASAP Rocky, Anderson .Paak, Thundercat e King Princess se revezarão como atrações de abertura.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share