Spotify deve mudar regras após banda lançar álbum com mil músicas de 30 segundos

CEO da empresa de streaming musical, Daniel Ek convidou o líder da banda, Mark Christopher Lee, para uma reunião com representantes

Repercutiu bastante nas mídias segmentadas a recente ação da banda The Pocket Gods, que decidiu lançar um álbum com mil músicas de 30 segundos. A ideia do grupo era se beneficiar do método do Spotify, que remunera o artista a partir de meio minuto de audição de cada faixa.

A compilação se chama “1000X30 – Nobody Makes Money Anymore” (“1000×30 – Ninguém mais ganha dinheiro”). O primeiro single é a faixa “0.002”, referência às frações de centavos de dólar geradas a cada execução.

Agora, de acordo com o iNews, a plataforma entrou em contato com o grupo buscando um meio-termo. O CEO Daniel Ek convidou o líder da banda, Mark Christopher Lee, para uma reunião com os representantes da empresa.

Também está acontecendo uma mobilização interna visando modificar algumas regras, embora detalhes não tenham sido decididos ainda.

The Pocket Gods e Spotify

Um relatório indica que o álbum do The Pocket Gods acumulou cerca de 600 mil streams até o momento. A música mais tocada é a faixa número 10, intitulada “Noel Gallagher Is Jealous of My Studio”, com quase 170 mil execuções. O tempo total da tracklist é de cerca de 10 horas.

O Spotify é o mais popular serviço de streaming do mundo, com 406 milhões de usuários ativos, sendo 180 milhões deles em modalidades pagas. Seus arquivos contam com mais 82 milhões de músicas e outros registros de áudio.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
1
Share