Karl Logan é condenado a 5 anos e meio de prisão por posse de pornografia infantil

Ex-guitarrista do Manowar, que fez parte da banda de 1994 até sua prisão em 2018, confessou diante do juiz ter cometido o crime

O guitarrista Karl Logan, conhecido pelo trabalho com o Manowar entre 1994 e 2018, foi condenado a cinco anos e meio de prisão por posse de pornografia infantil. A informação é do jornal The Charlotte Observer, que cobre o caso na cidade de Charlotte, Carolina do Norte, nos Estados Unidos. O Blabbermouth compartilhou o conteúdo.

A sentença foi proferida ao músico de 57 anos pelo juiz Max Cogburn Jr. Logan permanecerá em liberdade até que seja atribuída voz de prisão a ele, que também poderá se entregar nos próximos dias.

O músico chegou a ser preso em agosto de 2018, em Charlotte, após duas acusações de posse de pornografia infantil. Foi solto após pagar US$ 35 mil em fiança.

De acordo com boletins de ocorrência, o guitarrista tinha vários vídeos que mostravam meninas entre 4 e 12 anos envolvidas em uma variedade de atos sexuais com homens não identificados. O material é descrito de forma bastante gráfica nos documentos oficiais.

O ex-integrante do Manowar foi indiciado em 2019 por uma acusação de recebimento e outra de posse de pornografia infantil. Inicialmente ele poderia enfrentar até 25 anos de pena.

Fato público

Karl Logan foi preso em 9 de agosto de 2018. Porém, a notícia só foi divulgada no dia 25 daquele mês.

Conforme revelado por um porta-voz do departamento policial de Charlotte-Mecklenburg, a prisão só se tornou fato público, ainda que meses depois, devido à investigação de um repórter sobre o caso.

Demissão do Manowar

Um dia após a notícia ser divulgada, em 26 de agosto de 2018, o Manowar anunciou que Karl Logan não iria mais se apresentar com a banda.

“Com relação à prisão de Karl Logan e as acusações contra ele: devido ao fato de que Karl e seus advogados estão lidando com tais problemas, ele não vai se apresentar com o Manowar. Os próximos planos não serão afetados.”

Desde então, a formação conta com E.V. Martel (Evandro Martel), guitarrista brasileiro que tocava em um tributo ao próprio Manowar anteriormente. Outro músico do Brasil, o baterista Marcus Castellani, fez parte do grupo entre 2017 e 2019.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

2 comentários
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
15
Share