Fotos: divulgação

Michael Schenker foi chamado para audição com Whitesnake, mas recusou

O guitarrista Michael Schenker (ex-Scorpions, UFO, MSG) revelou, em entrevista ao Metal Titans, que foi convidado para uma audição com o Whitesnake na década de 1980. O vocalista David Coverdale queria testá-lo para integrar o grupo antes da gravação do álbum “Slide It In”, de 1984 – John Sykes acabou ficando com a vaga no grupo.

Schenker contou a história e, aos risos, disse que nunca teria entrado para o Whitesnake. “Seria mais provável que David Coverdale se juntasse ao MSG (risos). Os empresários do Whitesnake entrou em contato com o meu para que eu pudesse fazer uma audição com o Whitesnake, porém, eu não estava interessado em entrar para a banda de outra pessoa. Mesmo naquela época, eu estava ciente da minha autoexpressão e não ficaria satisfeito em estar na banda de outro”, disse.

– Michael Schenker diz ter recusado audição com Rolling Stones

O músico contou, ainda, que David Coverdale queria “roubar” os outros integrantes do MSG, projeto de Michael Schenker na época. “Se me lembro, ele queria usar o MSG. Ele planejava gravar com Cozy (Powell, baterista), que gravou o primeiro álbum do MSG (nota do redator: na verdade, foi o segundo, intitulado “MSG” e lançado em 1981). Ele queria Chris Glen (baixista), mas eu não ficaria feliz, então, eu não entraria para a banda dele”, afirmou.

Coverdale e Schenker chegaram a trabalhar juntos, mas de outra forma. “Eu cheguei a compor com ele, mas não iria me juntar ao Whitesnake (risos). Não teria funcionado. Nessa época, encontrei Graham Bonnet (vocalista) e trabalhei com Chris (Glen) e Ted (McKenna, baterista) no álbum ‘Assault Attack’ (1982), enquanto Cozy foi trabalhar com David Coverdale”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share