Polly Samson, esposa de David Gilmour, chama Roger Waters de antissemita e muito mais

Escritora e compositora usou o Twitter para atacar o ex-colega e desafeto do marido por suas posições

A escritora Polly Samson usou sua conta no Twitter para atacar Roger Waters por seus posicionamentos. Companheira de vida e obra de David Gilmour, ela não poupou críticas pelas opiniões do ex-Pink Floyd, especialmente por conta dos pedidos insistentes para que artistas não se apresentem em Israel e a falta de críticas contundentes à invasão da Rússia à Ucrânia.

Diz ela em rápido pronunciamento:

“Tristemente @rogerwaters você é antissemita até o seu núcleo podre. Também um apologista de Putin e um mentiroso, ladrão, hipócrita, sonegador de impostos, dublador de playback, misógino, doente de inveja, megalomaníaco. Chega de suas bobagens.”

- Advertisement -

Vale citar que Waters chegou a se pronunciar com ênfase no início da invasão, se referindo a Putin como “gângster capitalista neoliberal”.

Leia também:  Próximo filme de M. Night Shyamalan, “Armadilha”, tem trailer divulgado

Explanou Waters:

“Descobri algo após rolar na cama a noite toda. Nós, da esquerda, muitas vezes cometemos o erro de ainda olhar para a Rússia como uma iniciativa um tanto socialista. Claramente não é. A União Soviética acabou em 1991. A Rússia é o paraíso de um gângster capitalista neoliberal não adulterado, modelado durante o tempo de sua horrível reestruturação sob Boris Yeltsin (1991-1999) nos Estados Unidos da América.

Não deve surpreender que seu líder autocrático e possivelmente desequilibrado, Vladimir Putin, não tenha mais respeito pela Carta da ONU e pelo direito internacional do que os presidentes recentes dos Estados Unidos ou primeiros-ministros da Inglaterra tiveram (por exemplo, lembre-se de George W. Bush e Tony Blair durante a invasão do Iraque).”

Posteriormente, Waters ainda publicou uma carta aberta ao líder russo pedindo que uma solução para o confronto fosse encontrada. Porém, também é verdade que o músico tem sido bem menos combativo em comparação a outros conflitos históricos nos quais se envolveu enquanto voz de ressonância mundial. Antes de se posicionar, chegou a ser cobrado pelos fãs para dar sua opinião a respeito do tema.

Leia também:  Edu Falaschi anuncia show em SP da turnê “Rebirth Live in SP Revisited”

Já David Gilmour teve como principal manifestação a música “Hey Hey Rise Up”, onde se reuniu ao baterista Nick Mason. A primeira composição do Pink Floyd em quase trinta anos teve sua arrecadação totalmente revertida a entidades que prestam ajuda humanitária aos ucranianos.

David Gilmour, Roger Waters e Pink Floyd

Nos últimos tempos, as brigas entre Roger Waters e David Gilmour não têm sido tão constantes. Em 2018, os dois (e o baterista Nick Mason) chegaram a publicar uma carta de apoio à Palestina, assinada como Pink Floyd. Politicamente falando, a dupla se posiciona à esquerda, com David sendo apoiador público do Partido Trabalhista britânico.

Uma exceção recente foi a discordância de ambos em relação ao encarte do relançamento celebrando 45 anos do álbum “Animals”. O guitarrista desaprovou os textos escritos por um jornalista a pedido do baixista e vocalista. A situação gerou um conflito de versões através da imprensa especializada.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasPolly Samson, esposa de David Gilmour, chama Roger Waters de antissemita e...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades