Por que os Rolling Stones não estão tocando “Brown Sugar” em turnê atual

Letra do hit de 1971 traz temática polêmica que a banda parece querer evitar nos Estados Unidos

Embora seja um dos maiores hits dos Rolling Stones, a música “Brown Sugar” não está no repertório da atual turnê da banda, “No Filter”, a primeira sem o baterista Charlie Watts.

Lançada no álbum “Sticky Fingers” (1971), a música toca em temas polêmicos, que vão desde o vício em heroína até os abusos sofridos pelos escravizados que eram levados da África até a América. Será que isso teria a ver com a recente exclusão da faixa nos shows dos Stones?

Em entrevista ao jornal Los Angeles Times, o guitarrista Keith Richards e o vocalista Mick Jagger comentaram sobre a ausência do hit no setlist da turnê. Richards, inicialmente, reagiu a uma menção feita pela reportagem sobre a temática da canção.

“Vocês notaram isso, né? Não sei. Estou tentando entender com as mulheres por que elas têm um problema com isso. Não entenderam que essa é uma música sobre os horrores da escravidão? Mas estão tentando enterrá-la. No momento, não quero entrar em conflitos com toda essa m**da. Espero que possamos ressuscitá-la em alguma ocasião.”

Por sua vez, Jagger foi mais político em sua resposta e declarou que a música sempre é tocada nos shows. Dessa forma, os Rolling Stones estariam apenas dando uma variada no repertório, especialmente em shows maiores, como ele destacou.

“Temos tocado ‘Brown Sugar’ toda noite desde 1970, então as vezes você pensa: ‘vamos tirar essa por enquanto e ver o que acontece’. Talvez a coloquemos de volta.”

Rolling Stones e “Brown Sugar”

Um dos hits absolutos dos Rolling Stones, “Brown Sugar” tem também uma das letras mais polêmicas da discografia da banda. O “açúcar marrom” é uma óbvia referência a heroína, mas há outras questões espinhosas na composição.

Escrita por Mick Jagger, a letra fala também das escravas mulheres que eram abusadas sexualmente por seus então proprietários no sul dos Estados Unidos, algo que também era comum no Brasil colonial.

Tudo é apresentado de forma sutil e tem como pano de fundo alguns relacionamentos de Jagger com mulheres negras. Uma das possíveis inspirações para a música é a vocalista Claudia Lennear, integrante das backing vocals conhecidas como Ikettes, que faziam parte da banda de apoio de Ike Turner, ex-marido e parceiro musical de Tina Turner.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
11
Share