Roger Waters explica problema com David Gilmour e Richard Wright: “não conseguem compor”

Músico disse que ex-colegas do Pink Floyd “não são artistas” na mesma entrevista em que declarou ter regravado “The Dark Side of The Moon” sem os colegas

Roger Waters emitiu opiniões polêmicas sobre seus antigos colegas do Pink Floyd nos últimos dias. O ex-integrante da banda já havia criticado a faixa “Hey Hey Rise Up” – lançada pelo grupo no ano passado, em apoio à Ucrânia. Agora, o músico afirma que o guitarrista David Gilmour e o saudoso tecladista Richard Wright não sabiam compor.

Em entrevista ao The Telegraph, Waters relembrou o momento em que Syd Barrett deixou o Pink Floyd, em 1968, com ele assumindo a tarefa das composições. Em sua opinião, os outros integrantes o achavam “autocrático demais”, mas de qualquer forma, precisou tomar as rédeas da banda.

- Advertisement -

Na época, o músico disse a Gilmour para apenas “tocar guitarra, cantar e fazer o que te pedem”. O problema maior da situação era criar material novo com os ex-colegas, como explicou:

“Bem, Nick Mason [baterista] nunca fingiu que sabia compor. Mas David Gilmour e Rick Wright? Eles não conseguem compor músicas, eles não têm nada a dizer. Eles não são artistas, eles não têm ideias, nem uma sequer. Eles nunca tiveram e isso os enlouquece.”

Leia também:  Por que Toto lançou tantas músicas com nomes de mulheres, segundo Steve Lukather

O entrevistador Tristram Fane Saunders destaca o alto tom de voz do cantor ao dizer que os dois “não são artistas” e como ele se refere à Wright, falecido em 2008, no tempo presente. Waters finalizou o assunto, opinando que o último álbum solo do tecladista, “Broken China” (1996), “não é tão vazio quanto Drake, mas ainda é muito vazio”.

Roger Waters regrava “The Dark Side of The Moon”

Na conversa, Roger Waters também anunciou ter regravadoThe Dark Side of the Moon”, álbum clássico do Pink Floyd, sem os outros integrantes, por ter sido o compositor. A versão reimaginada deve ser disponibilizada no próximo mês de maio.

“Eu escrevi ‘The Dark Side of the Moon’. Vamos nos livrar desse negócio de ‘nós’. Claro que nós éramos uma banda, tinham quatro de nós, todos contribuímos – mas é meu projeto e fui eu que escrevi.”

O entrevistador Tristram Fane Saunders pôde ouvir uma prévia da regravação. De acordo com sua descrição, a grande mudança são as partes de declamações de poemas por cima das faixas instrumentais. “Money” também ganhou uma versão com influência country. Já “Breathe” foi reimaginada com um groove mais lento.

Leia também:  A curiosa sensação de Josh Freese ao entrar para o Foo Fighters

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesRoger Waters explica problema com David Gilmour e Richard Wright: “não conseguem...
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

22 COMENTÁRIOS

  1. Alguém precisa internar esse cidadão, caducou de vez. Triste fim para um cara que “foi” um artista relevante um dia. Hoje ele é só um militante político cheio de ideias ultrapassadas e anacrônicas, além de ser muito, mas muito rancoroso.

  2. Uma pena que Roger Waters tenha essa posição. Se ele fosse tudo isso teria ficado no Pink Floyd até os dias de hoje. Mas como sempre mostrou ser um ideologista político antiquado, revela a sua falta discernimento sobre os integrantes e o significado do Pink Floyd nos dias de hoje.

  3. Roger pode estar sendo um pouco grosso e agressivo, não tem necessidade disso. Mas …a verdade seja dita… a qualidade musical, composições, arranjos, enfim, a criatividade do PF caiu muuuuito depois da saida dele…

    • Discordo totalmente de você.
      Tanto é, que os discos solo do RW, são ruins e chatos pra caraio….
      Já os discos solos do Gilmour, emplacaram algumas paradas de sucesso.

      • As duas carreiras solo tiveram repercussão similar em vendas e paradas de sucesso. Nenhum deles se sobressaiu em carreira solo. É importante checar as informações antes.

        • Porém, nos shows, David costuma dedicar quase ou mais da metade das canções com composições da carreira solo, enquanto Roger toca 2 ou no máximo 3, sendo quase tudo da época em que era membro do Floyd!

    • Ele pode ter feito um papel preponderante (ou não). Mas nada justifica o egocentrismo. Pink Floyd foi uma banda, um grupo de pessoas. Não fez história só por causa dele, Rogers. A maioria dos fãs creio que vibraram com o “produto final”, com a execução conjunta e com a vibração de todos nos palcos ao executarem as músicas. Enfim, o Pink Floyd é maior do que qualquer um de seus integrantes.

  4. Roger Waters, triste fim para um artista decadente, que hoje se mete a colher em outros países, sem ter o menor conhecimento sobre. Mulitante idiota e rancoroso, e como tal, vive falando mentiras sobre os outros, para tentar fazer virar verdade. Um perfeito babaca.

    • Não tenho dúvidas que o Roger Waters é um gênio nas composições, além de ótimo músico. É um ídolo pra mim, enquanto músico… como pessoa parece ser um sujeito extremamente rancoroso e de muito difícil trato. Fui no show dele cheio de expectativas em Porto Alegre em 2018 e me decepcionei pelo clima de acirramento político que o mesmo instiga. Uma pena… mas não vou ser hipócrita, estou ansioso pra ouvir essa releitura do Dark Side Of The Moon, porque sei que o cara manda muuuito bem!

      • amigo não crie expectativas para essa releitura… o Floyd só foi a banda que foi por conta da colaboração entre os membros… Waters era a força criativa da banda em relação as letras mas quem transformava aquilo em música eram gilmour e Wright… os arranjos, o ritmo tudo! Waters além de ser egomaniaco é ingrato pois sem a banda seria apenas um poeta lunático.

  5. triste ver isso, o EGO,falando mais alto,amanhã morre e fica só o que plantou de mágoas, enfim cada um tem uma visão, prefiro ficar com o fim dos Beatles, com conflitos mas humanos…

    • Se acha pra caramba. Um verdadeiro imbecil.
      Se ele fosse tão bom, como diz ser, teria emplacado os seus discos solos, fato que até onde eu sei, não foram tão bons assim, diferentemente dos discos solos do Gilmour, que têm faixas ótimas, que você cantarola e vibra com cada solo de guitarra e refrão.
      Já os discos solo de Roger, são chatos pra caraio…essa é a minha opinião.

  6. Se acha pra caramba. Um verdadeiro imbecil.
    Se ele fosse tão bom, como diz ser, teria emplacado os seus discos solos, fato que até onde eu sei, não foram tão bons assim, diferentemente dos discos solos do Gilmour, que têm faixas ótimas, que você cantarola e vibra com cada solo de guitarra e refrão.
    Já os discos solo de Roger, são chatos pra caraio…essa é a minha opinião.

  7. Ele falou o q qualquer fã mais antigo e com gosto e conhecimento aprofundado já sabia desde os anos 80, qdo Gilmour e Mason se apossaram da marca, contrataram compositores pra fazer as músicas (é só olhar os nomes deles nos créditos das faixas q na época vinham no rótulo central do próprio disco de vinil) e contrataram o próprio wright como empregado pra tocar nos shows e em algumas gravações. virou algo extremamente comercial e muito diferente do que foram as fases das composições de Mason que durou só dois discos, e de Waters, q durou mais de dez anos e foi o criador e compositor de todos os álbuns temáticos desde Dark Side, ou seja, toda a obra q transformou o PF na grande lenda do rock progressivo. curioso q as pessoas aí xingam sem sequer buscar algum conhecimento sobre o que é público e principalmente “audível”! Gilmour foi um grande guitarrista, mas nunca foi compositor! e pra mim, sempre foi ele o arrogante posudo das capas e nas entrevistas!

  8. “Não são artistas, não sabem compôr”, disse o cara que está requentando uma obra de 50 anos atrás. Imagino o Van Gogh repintando suas telas, “mas agora com menos tons azuis ou laranjas”… Tem tudo pra ser um material de pouca qualidade… Waters despreza seus companheiros antigos, mas esquece que depende totalmente de músicos contratados para gravar seus álbuns que, por sinal, são chatinhos… inclusive nos quesitos letras e composições, das quais se acha um gênio! Os fãs mereciam dormir sem essa baixaria.

    • Esse grande embaixador pela paz mundial devia começar sua diplomacia em casa, tendo um pouco mais de respeito por seus parceiros de trabalho! Essas brigas públicas sao indignas, só servem para vender jornais e sites de fofocas, esquentando suas caixas de comentários , revelando a decadência e os ressentimentos não resolvidos dessas estrelas!

  9. Até parece que letra de música sem ritmo, melodia, afinação, tonalidades, performance etc…
    é musica, claro que a colaboração do rabujento foi grande, mas Gilmou, Rick e Nick foram enormes, regravar o que já foi feito é fácil né ?

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades