Foto: Kate Izor

Roger Waters diz ser “muito mais importante” que The Weeknd e Drake

Declaração foi dada após músico reclamar em entrevista que nenhum dos dois shows que fez em Toronto, no Canadá, teve cobertura de jornais locais

Roger Waters segue nada disposto a evitar polêmicas. Em entrevista a um jornal canadense, ele disse ser “muito mais importante” do que artistas como The Weeknd ou Drake, duas das maiores sensações pop da atualidade – e ambos naturais do Canadá.

A declaração foi dada ao jornal The Globe & Mail. Waters questionou o fato de que nenhum jornal da cidade de Toronto cobriu as duas apresentações que fez na cidade durante o último fim de semana. O repórter explicou então que havia um evento maior na cidade acontecendo: o show de The Weeknd.

Ao saber disso, o ex-integrante do Pink Floyd emitiu sua opinião sobre o artista canadense e continuou a reclamar da falta de atenção dos veículos de comunicação locais.

“Mas o (show de) The Weeknd foi cancelado. E meu show teve duas noites. Não faço ideia do que ou quem é The Weeknd, porque não ouço muita música. Me disseram que ele é um grande artista. Bem, boa sorte para ele. Não tenho nada contra ele. Não teria sido possível cobrir o show dele em uma noite e o meu show na outra?”

Roger fez questão de poupar o repórter, mas seguiu reclamando e citou também o rapper Drake para explicar que considera suas apresentações e sua música mais importantes do que as deles. O baixista faz uma óbvia referência ao conteúdo político e ativista de seu trabalho , mais forte do que nunca na turnê “This is Not a Drill”.

“Não estou fazendo um ataque pessoal. Só estou dizendo que pareceu estranho. E, a propósito, com todo o devido respeito a The Weeknd, ou Drake, ou qualquer um deles, eu sou muito, muito mais importante do que qualquer um deles jamais será, não importa quantos bilhões de streams eles tenham. Existem coisas acontecendo aqui que são fundamentalmente importantes para as vidas de todos nós.”

Roger Waters em Toronto

Por coincidência, as críticas de Roger Waters surgem contra artistas canadenses, em uma cidade canadense com a qual ele já teve problemas no passado. Foi justamente durante um show do Pink Floyd em Toronto, no ano de 1977, que o músico protagonizou o famoso episódio onde acabou cuspindo em um fã empolgado demais na frente do palco.

O caso foi um dos catalisadores para o desenvolvimento do que viria a ser o clássico “The Wall” (1979), bem como o filme e o show que o acompanhavam. Nas apresentações ao vivo, um muro era literalmente construído entre a banda e o público.

Waters já reeditou os shows de “The Wall” em carreira solo, utilizando o mesmo aspecto cênico.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

*Foto da matéria: Kate Izor / redes sociais de Roger Waters

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
31
Share