Músicos do Neurosis rebatem Scott Kelly em nota oficial

Integrantes da banda acusam ex-membro de narcisismo e pedem que foco seja na violência sofrida pela família

Os músicos do Neurosis publicaram uma nota oficial para dar sua versão para os fatos relacionados à saída do vocalista e guitarrista Scott Kelly. Nela, rebatem falas do antigo parceiro e o criticam por tentar transformar uma situação familiar em uma demonstração de narcisismo.

Diz o texto:

“Não podemos dimensionar o nível de desgosto e decepção que sentimos por um homem que uma vez chamamos de irmão.

Como banda, nos separamos de Scott Kelly no final de 2019 depois de saber sobre os graves atos de abuso que ele cometeu contra sua família nos anos anteriores. No passado, Scott havia divulgado suas dificuldades conjugais e atos de abuso verbal, como bem como sua intenção de obter ajuda e mudar seus comportamentos. As informações que conhecemos em 2019 deixaram claro que Scott havia ultrapassado os limites e não havia como voltar atrás. Não compartilhamos essas informações por respeito ao pedido direto de privacidade de sua esposa e para honrar o desejo da família de não deixar sua experiência virar fofoca em uma revista de música. Com o post de Scott no Facebook em 27 de agosto de 2022, divulgando muitas dessas informações publicamente, podemos finalmente dizer o que acreditamos que precisa ser dito.

Nos últimos vinte anos, vivemos longe uns dos outros. Só víamos Scott quando nos encontrávamos para trabalhar em música ou fazer shows. Não tínhamos ideia de qual era a realidade para sua família quando não estávamos por perto. Segundo a própria admissão de Scott, seu abuso foi intencional, direcionado e um segredo bem guardado – mesmo para aqueles de nós mais próximos a ele.

Uma vez que soubemos de seu abuso, foi difícil conciliar a informação horrível com a pessoa que pensávamos conhecer. Não é de surpreender que ele tenha escondido por tanto tempo, porque é uma traição à nossa ética como companheiros de banda, parceiros, pais e seres humanos.

Desde 2019 fizemos inúmeras tentativas de contato com Scott. Queríamos ter uma conversa honesta sobre o status da banda e descobrir como ele e sua família estavam, mas ele se recusou a falar conosco por três anos. E no que agora vemos claramente como um padrão, Scott recusou-se a assumir a responsabilidade por suas ações. Tendo passado por tanta coisa com alguém por mais de 35 anos, seria de esperar alguma conclusão, ou pelo menos uma resposta.

Agora, sem retornar nenhuma das ligações, textos ou e-mails de seus companheiros de banda e amigos, Scott fez um post público sobre a situação. Para nós, essa decisão parece mais uma tentativa de manipulação, mais uma oportunidade para que seu narcisismo controle a narrativa. Não permitam que Scott transforme a situação em algo sobre si mesmo, é sobre o abuso que sua família sofreu.

Normalmente, consideraríamos a abertura pública e a honestidade sobre a doença mental como corajosas e até produtivas. Simplesmente não acreditamos que seja o caso aqui.

Não há nada de corajoso em abusar sistematicamente de sua esposa e filhos.

Não há nada de corajoso em confessar um delito quando você não fez o necessário para mudar seu comportamento.

Não há nada de corajoso em se recusar a falar honestamente, ou falar com os amigos mais próximos e colegas de banda, pessoas que te apoiaram durante a maior parte de sua vida.

Comparado com o impacto das ações de Scott em sua família, o impacto em nossa banda é insignificante. No entanto, com o desgosto e o horror, também lamentamos a perda do trabalho de nossa vida e um legado que era sagrado para nós.

Mais uma vez, nossa principal preocupação é com a segurança e o bem-estar da esposa e dos filhos de Scott, bem como de qualquer outra pessoa em situação semelhante. Se alguém que você conhece está sofrendo violência doméstica ou abuso, entre em contato com um dos muitos locais ou recursos nacionais disponíveis.

Se você ou alguém que você conhece está sofrendo de problemas de saúde mental que podem torná-lo um perigo para você ou para os outros, por favor, procure ajuda antes de machucar a si mesmo ou às pessoas que você ama.

Esta é a única declaração que planejamos fazer sobre este assunto. No devido tempo, quando for apropriado, forneceremos mais informações sobre nossos futuros empreendimentos musicais, mas esse momento não é agora.”

- Advertisement -

Scott Kelly além do Neurosis

Além do Neurosis, Scott Kelly é um colaborador de longa data do Mastodon, tendo participado de quase todos os discos do grupo. Também possui uma carreira solo no formato acústico, além de projetos como Absent in Body (com Iggor Cavalera), Tribe of Neurot, Blood and Time e Shrinebuilder.

Leia também:  Sepultura diz que Eloy Casagrande saiu “de surpresa e sem aviso prévio”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasMúsicos do Neurosis rebatem Scott Kelly em nota oficial
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades