Foto: Ross Halfin

Detalhes da cirurgia que “definirá resto da vida” de Ozzy Osbourne são revelados

De acordo com tabloide americano, procedimento será feito para remover e realinhar pinos no pescoço e nas costas do cantor

A notícia de que Ozzy Osbourne passará nesta segunda-feira (13) por uma cirurgia que “definirá o resto de sua vida” deixou muitos fãs assustados. Sharon Osbourne, esposa e empresária do cantor, foi a responsável por divulgar a informação.

Embora Sharon não tenha oferecido detalhes a respeito, o tabloide americano Page Six apurou que Ozzy se submeterá a uma operação para remover e realinhar pinos em seu pescoço e nas costas. Uma fonte próxima à família Osbourne, ouvida pelo veículo de comunicação, afirma que o vocalista passará por uma “longa recuperação” após o procedimento.

“Ozzy tem 73 anos e qualquer tipo de cirurgia quando você envelhece é difícil. Isso é muito importante. Os pinos no pescoço e nas costas colocados quando teve uma queda em 2019 serão realinhados. Ele tem sofrido muita dor.”

Quando informou ao público sobre a cirurgia, justificando sua ausência do programa de TV britânico The Talk, Sharon Osbourne havia dito:

“É uma operação decisiva. Irá definir como será o resto da vida dele. Tenho que estar lá. Nosso filho terá um bebê em cerca de 3 semanas e completaremos 40 anos de casados dia 1º de julho. Mas não temos qualquer plano para o momento, tudo depende do sucesso da cirurgia.”

Mês passado, Ozzy já havia confirmado à revista Classic Rock a necessidade de mais um procedimento na área mutilada com o famoso acidente de triciclo de 2003, registrado em “The Osbournes”. A situação se agravou em 2019, após uma queda em casa.

“Estou esperando para operar o pescoço mais uma vez. Não consigo andar direito. Faço fisioterapia todas as manhãs. Ajuda um pouco, mas nem perto do necessário para voltar à estrada.”

Ozzy Osbourne e o Parkinson

Atualmente com 73 anos, Ozzy Osbourne é portador da doença de Parkinson. Recentemente, foi anunciado que ele voltará a morar com Sharon na mansão inglesa da família, localizada em Buckinghamshire. A casa está sendo adaptada para proporcionar maior comodidade ao cantor. Uma equipe de enfermeiros irá se revezar 24 horas por dia, morando em um anexo.

O diagnóstico de Parkinson foi revelado em janeiro de 2020, durante entrevista ao “Good Morning America”, da ABC. Ele vem realizando alguns tratamentos experimentais na Suíça visando conter os danos. A princípio, a “No More Tours 2”, sua segunda turnê de despedida, deverá acontecer em 2023.

Um novo álbum já está pronto e foi entregue recentemente à gravadora. Nomes como Tony Iommi, Eric Clapton, Jeff Beck, Chad Smith, Robert Trujillo, Zakk Wylde e Taylor Hawkins participaram das gravações.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
33
Share