Por que o Tears for Fears quase acabou de vez em 2019

Retorno sacramentado com o álbum “The Tipping Point” em 2022 chegou perto de não ocorrer

Em vários momentos da carreira, o futuro do Tears for Fears se tornou uma incógnita para os fãs. Mas o fato é que, entre idas e vindas, Roland Orzabal e Curt Smith seguem juntos. Recentemente, a dupla rompeu um período de 18 anos sem álbuns inéditos lançando “The Tipping Point”.

Smith revelou à revista Variety que o último quase rompimento aconteceu não muito tempo atrás. O músico considerou romper a parceria em 2019, o que não aconteceu e acabou inspirando a música “Stay”.

“É uma música que reflete sobre como seria triste deixar tudo que construímos para trás. Na época em que a compus, não estava gostando do nosso trabalho. Mas ainda estou aqui, sinal de que neste momento estou apreciando.”

- Advertisement -
Leia também:  Morre Bob Heil, o criador do talk box

Curt confessa que esse sentimento se modifica com certa frequência.

“Nesse sentido, essa é uma luta constante. Mas é a natureza da luta de estar em dupla. Nós dois passamos por períodos em que não sabíamos se deveríamos trabalhar juntos. Não se trata de uma questão de ego, apenas tínhamos dúvidas.”

Tears for Fears e “The Tipping Point”

“The Tipping Point” foi composto e gravado como uma forma de Roland Orzabal lidar com a morte da esposa Caroline, ocorrida em 2017. Com quarenta anos de carreira, o Tears for Fears vendeu mais de 30 milhões de discos em todo o mundo.

Leia também:  Edu Falaschi anuncia 15 shows da turnê “Rebirth Live in SP Revisited”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que o Tears for Fears quase acabou de vez em 2019
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

  1. Antes de ingressar no metal…começei a ouvir A-Ha, Simple Minds e Tears for fears, logo após Guns!!!! na verdade essas bandas era o que rolava muito nas rádios, eu pequeno tentava gravar em fitas cassetes som dessas bandas!!!! Lembro do programa Kliptonita com L mesmo…lá sempre passava clipes dessas bandas, época ainda que não existia MTV!!!! Tenho boas lembranças dessa época!!!! valeu

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades