Os problemas do enorme sucesso do Fleetwood Mac após “Rumours”, segundo Lindsey Buckingham

Disco mais popular da banda também fez com que vida pessoal dos integrantes fosse discutida publicamente

Lançado em 1977, “Rumours” catapultou de vez o Fleetwood Mac para o patamar de popstars. O disco teve mais de 40 milhões de cópias comercializadas em todo o mundo até hoje, sendo um dos mais vendidos da história da indústria musical.

Porém, com o sucesso veio a superexposição, que dinamitou os relacionamentos internos, como lembrou o guitarrista e vocalista Lindsey Buckingham à revista Clash.

- Advertisement -

Ele declarou:

“Nossas vidas pessoais se tornaram maiores que a música aos olhos públicos. Quando você se encontra nessa posição, é preciso fazer uma escolha: ou cumpre as expectativas que agora estão sendo impostas pelo mundo externo ou tenta minar isso e se lembrar de quem você é como músico, artista e compositor, o objetivo pelo qual entrou nisso em primeiro lugar.”

Leia também:  Journey: como Neal Schon e Jonathan Cain fizeram as pazes, segundo Deen Castronovo

Buckingham diz que, após deixar o Fleetwood Mac pela primeira vez, percebeu o quanto as diferenças de prioridades interferiram no andamento da banda.

“Não pertencíamos ao mesmo grupo, do ponto de vista pessoal. Mesmo assim, foi exatamente isso que nos tornou tão eficazes. Houve uma sinergia ali, onde o todo se tornou mais do que a soma das partes. O que acontece é que você começa a entender isso e a aceitar como um presente.”

Lindsey Buckingham e o Fleetwood Mac

Após idas e vindas, Lindsey Buckingham foi convidado a se retirar do Fleetwood Mac em 2018. Ele alega que sua saída ocorreu a pedido de Stevie Nicks.

Leia também:  Conception cancela show em Curitiba e confirma nova data em SP

O músico sofreu alguns problemas de saúde, dos quais segue se reabilitando. Paralelamente, investe em sua carreira solo, tendo lançado um álbum homônimo neste ano.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesOs problemas do enorme sucesso do Fleetwood Mac após “Rumours”, segundo Lindsey...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades