Sex tape, agressões e prisões: uma linha do tempo da relação entre Tommy Lee e Pamela Anderson

Baterista do Mötley Crüe e atriz de “SOS Malibu” se casaram quatro dias após primeiro encontro e protagonizaram diversos escândalos dignos de tabloides de celebridades

O relacionamento entre Tommy Lee, baterista do Mötley Crüe, e a modelo e atriz Pamela Anderson foi um dos mais comentados pelos tabloides na década de 1990. Não à toa, uma história ligada ao casamento – o vazamento de uma sex tape dos dois – renderá uma série produzida pela Hulu, intitulada “Pam & Tommy”.

Da união relâmpago de duas grandes personalidades de Hollywood até brigas judiciais, a lista abaixo apresenta uma linha do tempo com os principais acontecimentos Tommy Lee e Pamela Anderson. Caso prefira, assista a uma versão em vídeo deste artigo.

Aviso de gatilho: esse texto contém relatos de abuso psicológico e violência doméstica

Tommy Lee e Pamela Anderson – uma linha do tempo

1994 – …quase 1995

Pamela Anderson e Tommy Lee se conheceram em dezembro de 1994, durante uma festa de ano novo na casa noturna Sanctuary, em Los Angeles, Estados Unidos.

Foto: Steve Granitz

Conforme relatado pelo próprio na biografia do Mötley Crüe, “The Dirt”, Tommy estava em uma onda de ecstasy quando ganhou uma bebida de Pamela. Foi amor à primeira vista.

1995 – casamento após dias e sex tape vazada

Seis semanas depois, em fevereiro de 1995, Tommy Lee foi até Cancún após ter várias ligações recusadas por Pamela Anderson. Ela fazia um trabalho com modelo na cidade mexicana.

O primeiro encontro rolou no dia 15 de fevereiro de 1995. Quatro dias depois, em 19 de fevereiro, eles se casaram em uma praia de Cancún, com direito a uma tradição adaptada: em vez de tatuagens, eles trocaram tatuagens como o nome um do outro nos dedos.

Foto: arquivo Hulton

De volta a Los Angeles, eles começaram a morar juntos em Malibu. Pouco tempo depois, Pamela sofreu um aborto espontâneo que abalou a relação. Meses depois, em outubro, ela conseguiu engravidar do primeiro filho do casal.

Foi nesse período do segundo semestre de 1995 em que a sex tape do casal vazou. O produto foi comercializado na internet por meses até que os dois tomaram conhecimento.

1996 – processos, problemas e primeiro filho

Em janeiro de 1996, o casal entrou com um processo milionário para impedir a comercialização da fita. Em entrevista à ABC, Tommy disse: “Não poder fazer nada com relação à fita colocava muita frustração e estresse ao nosso relacionamento. Estava nos consumindo”.

Na época, o casal não demonstrava essa instabilidade. Com o nascimento do primogênito, Brandon Lee, em 5 de junho de 1996, eles reafirmam que estão bem. Meses depois, em novembro de 1996, Pamela pediu o divórcio pela primeira vez.

1997 – reconciliação e segundo filho

No início de 1997, eles se reconciliaram. Já no fim do ano, em 29 de dezembro de 1997, nasceu Dylan, segundo filho do casal. Tommy Lee admitiu que não soube dividir a atenção de Pamela com os dois filhos.

Na biografia “The Dirt”, ele disse que o nascimento dos filhos não permitiu que eles construíssem um relacionamento sólido.

Foto: Jeff Kravitz

1998 – agressão, prisão e divórcio

Já em meio a brigas, no Dia dos Namorados de 1998 (celebrado em 14 de fevereiro nos Estados Unidos), o casal fez uma viagem romântica para Las Vegas, onde Tommy agrediu Pamela.

Outra discussão ocorreu na semana seguinte. O músico afirma ter sido agredido pela modelo com um soco no rosto e revidado com um chute nas costas dela. Na época com 1 ano e meio de idade, Brandon presenciou toda a briga.

Pamela chamou a polícia e Tommy foi levado preso. Ela pediu o divórcio no mês seguinte. Já em maio, Tommy foi condenado a seis meses de prisão. Apesar da separação, a modelo apoiou o baterista durante o período.

2000 – processo e outra prisão

Em 2000, Pamela travou uma batalha judicial contra Tommy pela custódia integral dos filhos. A atriz alegou ter presenciado o músico violando os termos de liberdade condicional – na ocasião, ingerindo bebida alcoólica –, o que o fez ficar preso por cinco dias.

2001 – tragédia

Em junho de 2001, outra polêmica envolvendo o casal: um garoto de 4 anos de idade, chamado Daniel Karven Veres, morreu afogado durante a festa de aniversário de Brandon, que completava seu 5º ano de vida. O acidente aconteceu na casa do músico – ele foi processado por negligência pelos pais da criança.

2007 – treta com Kid Rock

Após o divórcio, Pamela Anderson casou-se com outro músico: Kid Rock, com quem Tommy Lee saiu na porrada durante a cerimônia do MTV Video Music Awards (VMA) de 2007, realizada em. 9 de setembro daquele ano. O tumulto ocorreu enquanto Alicia Keys se apresentava.

Kid afirma que sofria ataques de Tommy há anos. “Quando estávamos nos divorciando, ele [Tommy] pegou o Blackberry dela [Pamela] e começou a me mandar mensagens com um monte de coisas horríveis. Foi muito desrespeitoso. Calmamente, falei: ‘a gente vai se ver de novo’. Foi o fim disso, pois, você sabe, eu não sou de falar”, disse à rádio KROQ-FM.

Por sua vez, Lee afirmou em um comunicado em seu site oficial que estava na boa quando Rock lhe deu um tapinha nas costas. “Eu me levantei e fui abraçá-lo quando ele me socou na cara – bem, parecia mais um tabefe”, declarou.

2008 – nova e breve reconciliação

Uma década após o divórcio, Tommy Lee revelou em entrevista à Rolling Stone que ele e Pamela Anderson tinham reatado o relacionamento e estavam morando juntos novamente. A dinâmica, que tinha como foco a criação dos filhos, durou até 2010, quando ambos romperam em definitivo.

2015 – boa relação

Em entrevista à revista People, em agosto de 2015, Pamela explicou a quantas andava o relacionamento com Tommy. A atriz declarou que ela e o ex-marido eram amigos e que se davam muito bem como pais.

2018 – mais polêmica

A boa relação não durou muito tempo. Em março de 2018, Pamela Anderson disse em entrevista a Piers Morgan, para o programa Good Morning Britain, que viveu um relacionamento abusivo com Tommy Lee.

A resposta do baterista veio pelo Twitter: “Piers, suas entrevistas com Donald Trump e minha ex-mulher são patéticas! Achei que ela encontraria algo novo para falar em vez de relembrar coisas antigas, mas acho que não há nada mais acontecendo na vida dela e precisa de atenção. Assinado: ‘O agressor’ (a quem ela envia mensagens de texto todos os dias e pede por mim de volta).”

Piers Morgan respondeu: “Não sou responsável pelo que Pamela me contou sobre seu casamento, então sugiro que você converse com ela”.

E Lee finalizou: “Sugiro que você não a entreviste. Você está tão desesperado para que as pessoas concedam entrevistas? Não há nada acontecendo na vida dela, então ela traz à tona o velho drama para chamar a atenção. Tenho certeza de que há algumas pessoas que valem mais a pena. Adorável ouvir de você também, ha.”

O episódio ainda teve outro desdobramento: Brandon não gostou da forma que o pai atacou a mãe e acabou dando um soco em Tommy. O baterista declarou que o filho entrou no quarto onde ele dormia com a então noiva Brittany Furlan e o agrediu. Brandon, por sua vez, disse que agiu em legítima defesa a um ataque do pai, que estava bêbado.

Pelo Twitter, o músico se retratou: “Eu pedi a ele para sair de casa e ele me deixou inconsciente”. “Ele fugiu da polícia. Isso é verdade”. Pamela não comentou o episódio publicamente. No fim das contas, Tommy e Brandon fizeram as pazes.

2021 – imortalizados na TV

Ainda no fim de 2020, foi anunciada a série “Pam & Tommy”, pelo Hulu. A produção narrará a história da sex tape vazada do casal, bem como o que aconteceu até chegar a essa situação – e os desdobramentos. Sebastian Stan (“Capitão América 2: O Soldado Invernal”) interpreta Tommy Lee, Lily James (“Cinderela”) dá vida a Pamela Anderson e Seth Rogen (“Super Bad – É Hoje”) personifica Rand Gauthier, o homem que rouba a fita.

Tommy e Pamela não estão envolvidos com a série, cujo primeiro trailer foi liberado no fim de 2021, mas o músico pareceu aprovar o conteúdo com base no que Stan lhe contou sobre a história.

“Acho que muitas pessoas podem ter a impressão errada, mas (o enredo) é sobre privacidade e como as coisas saíram do controle na época. E hoje em dia nós temos leis diferentes. A história é bem legal.”

Pamela já não gostou tanto da novidade. Uma fonte próxima à atriz contou ao jornal The Sun que ela nunca ouviu falar sobre os atores e que tanto ela quanto sua família definem a iniciativa como uma “piada de mau gosto” e uma “provocação barata”.

“Pam & Tommy” estreia no Hulu no dia 2 de fevereiro de 2022. A plataforma não está disponível no Brasil.

* Texto e pauta por Tairine Martins, do canal de YouTube Rock N’ Roll TV, com edição de Igor Miranda. Assista a uma versão em vídeo deste artigo no player abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
4
Share