Paramore lança versão para “Burning Down the House”, do Talking Heads

Faixa entrará em álbum que celebra os 40 anos do filme-concerto “Stop Making Sense”; banda de Hayley Williams cancelou show no Brasil recentemente

O Paramore disponibilizou nas plataformas digitais uma versão para “Burning Down the House”, música do Talking Heads. A faixa fará parte de um álbum em homenagem aos 40 anos de “Stop Making Sense”, lendário filme-concerto do já encerrado grupo composto por David Byrne (voz e guitarra), Jerry Harrison (guitarra e teclados), Tina Weymouth (baixo) e Chris Frantz (bateria).

O disco festivo traz o título “Everyone’s Getting Involved: A Tribute to Talking Heads’ Stop Making Sense”. Além do Paramore, participam Lorde, The National, Miley Cyrus, The Linda Lindas, Toro y Moi, Kevin Abstract, Badbadnotgood, Chicano Batman, Blondshell, The Cavemen, DJ Tunez, El Mató a un Policía Motorizado, Girl in Red, Jean Dawson e Teezo Touchdown.

- Advertisement -

Ainda não houve anúncio associando os artistas às faixas. Também não foi confirmada a data de lançamento do álbum.

Ouça abaixo a versão do Paramore para “Burning Down the House”.

“Stop Making Sense” foi celebrado em 2023 com uma restauração 4K do filme. Um painel que reuniu os quatro integrantes da banda após mais de duas décadas também foi realizado no Festival Internacional de Cinema de Toronto. O estúdio A24 está por trás tanto da restauração quanto do álbum-tributo.

Paramore e Talking Heads

Uma parceria entre Paramore e David Byrne já havia sido discutida. Em outubro, a banda americana lançou um disco de versões retrabalhadas do seu álbum mais recente, “This is Why”, no qual o músico quase fez uma contribuição.

Em uma sessão de perguntas e respostas promovida pelo New Yorker (transcrição via The Line of Best Fit) e apresentada pela jornalista Amanda Petrusich, Hayley Williams falou:

“Tinha alguém mencionado que estaria nesse disco, mas estamos guardando para algo. Então, tudo que posso falar é que é doideira pura. É incrível. É surreal. E tomara que não demore até a gente poder compartilhar. Mas decidimos que era especial demais e precisávamos esperar e tem mais nessa história e vocês vão saber sobre tudo assim que pudermos falar a respeito.”

Paramore fora do Lollapalooza Brasil

No último dia 18 de janeiro, a participação do Paramore no festival Lollapalooza Brasil foi cancelada. O Kings of Leon foi confirmado em substituição. Leia, a seguir, o comunicado publicado pelos responsáveis em suas redes sociais:

Leia também:  Eloy Casagrande não é mais baterista do Sepultura, que anuncia novo integrante

“É com prazer que anunciamos a banda Kings of Leon como headliner do Lollapalooza Brasil 2024, no sábado, 23 de março. A banda Paramore cancelou sua apresentação por motivos pessoais. Deste modo, por liberalidade, o festival disponibilizará aos compradores de ingressos diários (Lolla Day) a possibilidade de solicitar reembolso entre os dias 19 de janeiro de 2024 e 28 de janeiro de 2024. Somente titulares dos ingressos diários (Day), em todas as suas modalidades – Lolla Day, Lolla Comfort Day e Lolla Lounge Day – são elegíveis ao reembolso. A política de reembolso e o link para o formulário de solicitação de reembolso estão disponíveis clicando aqui. Agradecemos a compreensão.”

Fãs já estavam desconfiados de que o grupo poderia não realizar a apresentação no Brasil, bem como todo o restante de sua agenda para 2024, desde que seu site oficial foi retirado do ar e suas redes sociais passaram por um “limpa”. Uma participação no festival americano iHeartRadio ALTer EGO, no último dia 13 de janeiro, também havia sido cancelada.

Recentemente, a banda encerrou suas obrigações contratuais com a gravadora Atlantic Records, a quem estavam ligados. Durante conversa com a revista Uproxx, os integrantes chegaram a dizer:

“Agora que o Paramore passou o ano em turnê com o álbum ‘This is Why’ (e cuidando melhor de si mesmos enquanto estão na estrada), um capítulo da carreira da banda chegou ao fim. Eles agora cumpriram todas as obrigações com a gravadora e são efetivamente agentes livres. Quanto ao futuro do Paramore, todos os três membros concordam que há um nível de incerteza.”

Hayley Williams ainda pontuou, em declaração individual:

“A única coisa que importa é que ainda seremos a comunidade um do outro. Só espero que possamos continuar construindo o império do Paramore e então governar o mundo.”

De acordo com uma reportagem da Variety, fontes próximas ao grupo dizem que a remoção de imagens de redes sociais e desativação do site oficial ocorreram na data do fim do contrato de 20 anos com a Atlantic. O cancelamento da presença no festival iHeartRadio ALTer EGO teria ocorrido por “conflito de agenda”.

Leia também:  Lollapalooza Brasil anuncia mudanças no lineup e inclui Greta Van Fleet

Ao longo de 2024, o Paramore ficará responsável por abrir os shows de Taylor Swift com a “The Eras Tour” na Europa, entre maio e agosto. Não foi revelado se essas apresentações também foram canceladas.

A tentativa de reunião do Talking Heads

O Talking Heads encerrou oficialmente as atividades em 1991. À época, o líder David Byrne declarou o fim da banda, surpreendendo os outros companheiros — que até tentaram continuar sem ele, sem êxito. Desde então, o quarteto fez raras aparições públicas e, aparentemente, não tem quaisquer planos de voltar.

Em 2002, os músicos tocaram juntos na cerimônia de entrada ao Rock and Roll Hall of Fame. Depois de décadas, em setembro último, participaram de um painel com perguntas e respostas sobre o filme-concerto “Stop Making Sense” (1984) — que ganhou uma restauração em 4K — no Festival de Toronto, no Canadá. 

Segundo a Billboard, a reunião deveria ir além e incluir alguns shows em 2024. No entanto, mesmo diante de propostas milionárias, a banda optou por continuar separada e inativa.

Tudo começou quando Paul Tollett, curador do Coachella, viajou para território canadense com o intuito de encontrar o grupo. Na ocasião, pensou em abordá-los sobre uma potencial aparição em seu festival, mas sentiu que não era o momento certo.

Sendo assim, o também presidente da Goldenvoice — empresa responsável pelo Coachella e Stagecoach — não levou a conversa adiante. Conforme fonte anônima, caso concretizada, a performance no evento deveria render aos músicos US$ 10 milhões (cerca de R$ 50 milhões na cotação atual).

Pouco depois, a Live Nation fez uma oferta direta. Pessoas próximas afirmaram que a gigante produtora teria oferecido US$ 80 milhões (aproximadamente R$ 396 milhões) para que o Talking Heads realizasse de seis a oito shows em grandes festivais.

Mais uma vez, a banda não demonstrou interesse. Nenhum dos envolvidos fez qualquer pronunciamento oficial a respeito.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioLançamentosParamore lança versão para “Burning Down the House”, do Talking Heads
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades