Por que Dave Grohl recusou entrar para a banda de Tom Petty após fim do Nirvana

Líder do Foo Fighters foi convidado a substituir o baterista original dos Heartbreakers, Stan Lynch

Meses após o trágico desfecho da vida de Kurt Cobain – e consequentemente, do Nirvana –, Dave Grohl realizou suas primeiras aparições públicas como baterista do Tom Petty & the Heartbreakers. O músico chegou a participar da performance do grupo no “Saturday Night Live”, em novembro de 1994, poucas semanas após ter registrado o primeiro álbum do Foo Fighters, que sairia no ano seguinte.

À época, Grohl chegou a ser convidado a permanecer como membro efetivo da banda, substituindo Stan Lynch, integrante original que havia saído pouco tempo antes. Porém, o destino já estava traçado visando outros caminhos.

- Advertisement -

Em depoimento ao documentário “Runnin’ Down a Dream”, resgatado pela Classic Rock, Dave recordou a situação.

“Alguém do meu empresariado ligou e disse: ‘Ei, Tom Petty acabou de telefonar e quer saber se você tocaria bateria com ele no Saturday Night Live’. Perguntei: ‘Por que eu? Ele não consegue encontrar alguém melhor?’”

Durante o programa, foram tocadas as músicas “Honey Bee” e “You Don’t Know How It Feels”, ambas do álbum “Wildflowers”, lançado naquele ano.

“Eu estava muito animado para tocar as duas. Principalmente ‘Honey Bee’, que era mais roqueira. O tipo de som que um grupo de jovens de 16 anos tocaria na garagem para se divertir. É matadora.”

Em outra entrevista, desta vez em 2021 ao programa de Howard Stern no sistema de rádio SiriusXM, Grohl detalhou a proposta recebida.

“Após o SNL Petty disse: ‘Cara, isso foi muito bom. Seria uma pena se essa fosse a única vez que fizéssemos isso.’ Dias depois, ele me telefona e propõe: ‘Bem, olhe, se você quiser, faríamos o seguinte: você terá seu próprio ônibus. Não fazemos turnês muito difíceis… Se você gosta, vamos sair por aí e nos divertir um pouco.’”

Porém, o destino estava traçado – embora ainda incerto. Além disso, havia o processo de luto que ainda era enfrentado.

“Eu tinha acabado de começar o que viria a ser o Foo Fighters. E também me sentiria estranho em voltar apenas para a bateria. Seria como estar de volta ao Nirvana. Teria sido triste para mim, pessoalmente, estar atrás do kit todas as noites e não ter Kurt lá. Assim, achei melhor tentar outra coisa.”

Tom Petty e a sequência dos Heartbreakers

Tom Petty encontraria o substituto definitivo de Lynch em Steve Ferrone, baterista de incontáveis e históricos nomes nos mais variados estilos. Ele permaneceria nos Heartbreakers até 2017, quando a morte do cantor interromperia as atividades do grupo em definitivo.

Leia também:  Quando Ozzy Osbourne disse que Dio e Tony Iommi não tinham carisma

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que Dave Grohl recusou entrar para a banda de Tom Petty...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades