John Lydon registra queixa contra mulher que o persegue

Eterno vocalista do Sex Pistols e líder do Public Image Ltd afirma que a stalker passou a telefoná-lo, chegando a invadir a sua casa

John Lydon (também conhecido como Johnny Rotten) está sendo perseguido por uma stalker em Los Angeles, nos Estados Unidos. Segundo o TMZ, o líder do Public Image Ltd e eterno vocalista do Sex Pistols registrou uma queixa na polícia local. 

Conforme o relato, desde o mês passado, a mulher em questão vem deixando diversas cartas na caixa de correio do artista. Ela ainda teria conseguido invadir sua casa, pelo quintal, e ficou cara a cara com o cantor – que, de acordo com o boletim de ocorrência, a mandou “dar o fora”. 

- Advertisement -

Na visão de Lydon, as coisas ficaram piores quando a pessoa passou a telefoná-lo. A partir daí, o vocalista então decidiu comunicar a polícia, que investiga o caso.

Leia também:  Por que Marko Hietala diz entender falta de contato com ex-colegas do Nightwish

John Lydon / Johnny Rotten atualmente 

John Lydon praticamente aposentou-se dos palcos para cuidar da esposa Nora Forster, diagnosticada com Alzheimer em 2018 e falecida no último mês de abril, aos 80 anos. Durante entrevista ao “Good Morning Britain” em 2021, o eterno Johnny Rotten explicou que a saúde da companheira piorou de forma repentina e muito rápida:

“É uma jornada pela qual preciso seguir, não irei abandoná-la. Ainda consigo enxergar sua personalidade ali, ela ainda existe. Só está confusa em como existir. Nunca desista das pessoas – elas sempre estarão ali.”

Diante da situação, o artista deu uma pausa em sua carreira musical. Retornou apenas em janeiro último, com “Hawaii”, primeira canção inédita do Public Image Ltd em oito anos. Trata-se de uma homenagem a Nora e uma forma de conscientização sobre o Alzheimer.

Leia também:  Por que ingresso do Lollapalooza é tão caro, segundo diretores

Com o lançamento, havia o intuito de representar a Irlanda na competição Eurovision, porém a música não foi selecionada para a disputa – perdendo para “We Are One”, do Wild Youth. Ainda assim, como explicou para o Sunday Times, Lydon considerou a participação positiva:

“Nós tivemos respostas de pessoas que disseram que estavam contemplando suicídio até ouvir essa canção.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

 

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasJohn Lydon registra queixa contra mulher que o persegue
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades