Prolífico baixista de estúdio, Michael Rhodes morre aos 69 anos

Músico tocou com uma série de astros da música e recentemente fez parte da banda de Joe Bonamassa

O baixista Michael Rhodes faleceu no último sábado (4) aos 69 anos na sua casa, em Nashville, Estados Unidos. A causa da morte foi um câncer pancreático.

Ele possuía mais de 700 créditos como músico de estúdio, gravando com nomes como Stevie Nicks, Elton John, Mark Knopfler, Joan Baez, John Fogerty, Dolly Parton, Lynyrd Skynyrd e JJ Cale, entre vários outros. Também participou do disco “Rasta Bonito”, lançado pelo brasileiro Almir Sater em 1989.

- Advertisement -

Nos últimos anos chegou a excursionar com Joe Bonamassa. O bluesman se manifestou em suas redes sociais, declarando:

“Descanse em paz, meu amigo. Não consigo nem pensar no que mais dizer agora.”

Peter Frampton também celebrou o instrumentista.

“Perdemos outro músico incrível. Michael Rhodes, baixista extraordinário, homem maravilhosamente engraçado e gentil… meu amor e condolências à sua família.”

Mais sobre Michael Rhodes

Michael Rhodes nasceu em Monroe, Louisiana, em 16 de setembro de 1953. Ele aprendeu violão sozinho na adolescência, passando a viajar pelo país em busca de oportunidades até se estabelecer em Nashville no ano de 1977.

Leia também:  Ex-membros do Engenheiros do Hawaii, Augusto Licks e Carlos Maltz farão show juntos

Lá, integrou a banda de rock Nerve, além de se tornar músico de apoio para artistas da Tree Publishing, o que o fez desenvolver fama e reputação. Foi induzido ao Musicians Hall of Fame and Museum em 2019.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasProlífico baixista de estúdio, Michael Rhodes morre aos 69 anos
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades