Matt Sorum voltaria para o Guns N’ Roses hoje em dia? Ele responde

Baterista não descarta a possibilidade, porém, assegura não estar esperando que aconteça

Quando o Guns N’ Roses anunciou a reunião de Axl Rose, Slash e Duff McKagan, muitos fãs ficaram frustrados por conta da posição de baterista. Ao invés de resgatar Steven Adler ou Matt Sorum para a formação, a banda optou por manter Frank Ferrer onde já estava.

O integrante original chegou a participar como convidado em poucas músicas de alguns shows da turnê Not in this Lifetime. Mas Sorum foi esquecido – propositalmente, ao que parece. Em entrevista ao MetalSucks, ele respondeu se atenderia a um convite da banda no futuro.

“Bem, eu realmente não sei. Quer dizer, olha, você tem que aceitar as coisas como elas vêm, um dia de cada vez, certo? Eu fiz muitas mudanças na minha vida com base no que é bom para mim. E essas mudanças também são sobre o que é certo no momento e também dentro do contexto do que está acontecendo para todos os envolvidos. Posso dizer que não estou sentado ao lado do telefone esperando uma ligação para voltar ao Guns N’ Roses ou qualquer coisa assim. Estou seguindo em frente com minha vida e curtindo imensamente.

Eu amo o que estou fazendo agora, e isso é bom o suficiente para mim. Mas nunca se sabe. Aprendi isso na vida, nunca se sabe, e aprendi a nunca dizer nunca, porque não há como saber quais voltas e reviravoltas acontecem na curva. Mas não estou esperando por isso e está tudo bem para mim.”

- Advertisement -

Em sua biografia “Double Talkin’ Jive: True Rock ‘N’ Roll Stories”, Matt revelou ter descoberto sobre a reunião pela internet. Curiosamente, à época ele estava em turnê pela América do Sul com Slash e Duff McKagan.

Leia também:  A reação de Pattie Boyd ao ouvir “Layla”, de Eric Clapton, pela 1ª vez

Ao confrontar o baixista com a notícia, ouviu que o contrato já havia sido assinado pelos envolvidos e Axl Rose queria usar Frank Ferrer.

Matt Sorum além do Guns N’ Roses

Nascido em Venice Beach, Califórnia, Matthew William Sorum começou a carreira tocando com artistas locais. Seus primeiros trabalhos de repercussão ocorreram na banda de Jeff Paris e no Y Kant Tori Read.

Em 1989, foi chamado pelo The Cult para a turnê do álbum “Sonic Temple”. Retornaria ao grupo na virada do século, gravando “Beyond Good And Evil” (2001).

Integrou o Guns N’ Roses entre 1990 e 1997, gravando os discos “Use Your Illusion I e II”, além de “The Spaghetti Incident?”. Continuou envolvido em atividades e projetos de membros do grupo, participando do Slash’s Snakepit, Neurotic Outsiders e Velvet Revolver.

Leia também:  Brian May surpreende ao escolher o melhor riff do Deep Purple

Recentemente participou do Deadland Ritual, com o vocalista Franky Perez (Scars on Broadway), o baixista Geezer Butler (Black Sabbath) e o guitarrista Steve Stevens (Billy Idol). Também comanda o supergrupo Kings Of Chaos, além do The Hollywood Vampires sempre que disponível.

Vegetariano, é adepto de várias causas animais, usando seu trabalho musical para propagar ideias e angariar apoio.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesMatt Sorum voltaria para o Guns N’ Roses hoje em dia? Ele...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades