Por que os Beatles eram mais autênticos que Elvis Presley, segundo Billy Joel

Integrantes da banda inglesa vinham da classe trabalhadora e não pareciam com astros de Hollywood, destaca o cantor

Billy Joel é um daqueles artistas americanos que tiveram como grande trunfo a abordagem mais “do povo” em comparação aos primeiros astros estadunidenses do rock. Um dos motivos, de acordo com o próprio, foi a influência britânica, especialmente dos Beatles.

Em entrevista ao 60 Minutes Australia transcrita pelo Rock Celebrities, o cantor elaborou o quanto a banda o influenciou em comparação aos compatriotas.

“Eles eram meus ídolos. Os Beatles não pareciam estrelas de Hollywood, eram caras da classe trabalhadora de Liverpool. Tinham atitude. Nós víamos os quatro na TV e dizíamos: ‘Espere um minuto. Eles não se parecem com Fabian; eles não se parecem com Frankie Avalon; eles não se parecem com Elvis Presley’.

Eram rapazes normais, com quem as pessoas teriam saído, exceto que seus cabelos eram mais longos. Eu percebi isso imediatamente e disse: ‘Eu também posso fazer isso.’”

O fato de o quarteto – especialmente John Lennon e Paul McCartney – compor também era um atrativo para o jovem Billy.

“Eles compunham as próprias músicas, faziam os arranjos, cantavam e tocavam. Não era algo artificial. Encaravam realmente como um trabalho.”

Sobre Billy Joel

Com mais de 160 milhões de discos vendidos em todo o planeta, Billy Joel tem 33 músicas – todas composições próprias – que já figuraram no top 40 de singles nos Estados Unidos. Foi induzido ao Rock and Roll Hall of Fame em 1999.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
8
Share