Esmé Bianco acusa Marilyn Manson de fazer Deftones cortá-la de vídeo

Filmagem seria usada na nova turnê da banda; atriz já acusava cantor de crimes como abuso sexual e agressão

A atriz Esmé Bianco moveu nova ação contra Marilyn Manson, seu ex-namorado, a quem acusa legalmente de abusos, agressões e tráfico sexual.

A denúncia indica que Brian Warner (nome legal do cantor) estaria diretamente envolvido na exclusão de um trabalho que a atriz fez recentemente para o Deftones. A produção em vídeo seria usada na nova turnê mundial da banda.

Em declaração à Rolling Stone, Bianco declarou que Manson teria ido atrás da banda cobrá-los, após saber de seu envolvimento.

“Ele pirou, teve um colapso completo pelo fato de eu estar trabalhando com o Deftones. Graças a isso eles decidiram cortar minhas filmagens.”

O artista não se pronunciou até o momento sobre a nova acusação.

Esmé Bianco e Marilyn Manson

Mais conhecida por sua participação na série “Game of Thrones”, Esmé alega ter sido vítima de abusos durante os dois anos de relacionamento com Marilyn Manson, entre 2009 e 2011. Em entrevista ao The Cult, ela disse ter sofrido vários tipos de violência enquanto morava com o artista, como mordidas, mutilação, privação de sono e alimentação. Ela só conseguiu encerrar a relação após fugir da casa do músico, que a teria perseguido com um machado.

Dois meses após a fuga, a atriz entrou com processo por agressão física e sexual, além de tráfico humano. Britânica, Bianco relatou ter sido atraída para Los Angeles por meio de uma oferta de emprego feita por Manson, que prometeu facilitar o processo de visto para os Estados Unidos.

Atualmente, Marilyn Manson é acusado de abusos físicos e psicológicos por várias mulheres. Em novembro do ano passado, a polícia de Los Angeles cumpriu mandado de busca e apreensão em sua mansão de West Hollywood.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
12
Share