Taylor Hawkins é homenageado por Paul McCartney, que já foi seu baterista

Eterno Beatle assumiu baquetas na música “Sunday Rain”, do Foo Fighters, que traz o agora falecido Hawkins nos vocais

Paul McCartney publicou uma mensagem no Facebook homenageando Taylor Hawkins. O baterista do Foo Fighters morreu na última sexta-feira (25), aos 50 anos. Ele estava em Bogotá, Colômbia, onde a banda se apresentaria naquela noite.

O eterno Beatle lembrou uma sessão de gravação onde assumiu a função do músico.

“A morte repentina de Taylor foi um choque para mim e todas as pessoas que o conheciam e amavam. Ele não era apenas um GRANDE baterista, mas sua personalidade era enorme e brilhante. Todos que tiveram a sorte de viver e trabalhar ao lado dele sentirão muitas saudades.

Fui convidado pelo Foo Fighters para tocar em uma de suas faixas. Acontece que eles queriam que eu tocasse bateria! – em uma das músicas de Taylor. Esse pedido veio de um grupo com DOIS bateristas incríveis! Foi uma sessão inesquecível, cimentou meu relacionamento com Taylor e os caras. Mais tarde, perguntaram se eu faria o discurso de indução ao Rock And Roll Hall Of Fame. Cantei com eles em ‘Get Back’. Taylor fez uma parte de bateria poderosa. Eu nunca vou esquecer aquela noite. Tudo isso tornou a notícia de sua morte um choque ainda mais desesperadamente triste.

Então, obrigado Taylor por compartilhar alguns minutos gloriosos comigo. Você foi um verdadeiro herói do rock and roll e sempre permanecerá em meu coração. Deus abençoe sua família e banda. Com amor, Paul.”

- Advertisement -
https://www.facebook.com/PaulMcCartney/posts/525497225607616

Paul McCartney, Taylor Hawkins e Foo Fighters

Leia também:  Dream Theater anuncia livro inspirado em “Metropolis Pt. 2: Scenes from a Memory”

Paul McCartney gravou a bateria em “Sunday Rain”, do álbum “Concrete and Gold”, lançado pelo Foo Fighters em 2017. Dave Grohl revelou em entrevista à série documental PBS Landmarks Live in Concert (via Alternative Nation / Whiplash.Net) que o próprio Taylor Hawkins sugeriu a colaboração.

“Eu iria gravar a bateria e Taylor iria cantar, até que ele disse: ‘não, não, você deve colocar Paul McCartney para tocar bateria nessa música’. Muitas pessoas não sabem que Paul gravou a bateria em muitas canções que conhecemos, incluindo as dos Beatles.

Entrei em contato e falei: ‘ei, cara, você quer tocar bateria em uma faixa no disco que estamos gravando?’. E ele me respondeu: ‘você sempre com essas ideias malucas!’ Ele levou seu kit de bateria configurado só para ele ao estúdio e imediatamente começou a tocar com um swing muito próprio.”

“Cut Me Some Slack”

A parceria entre McCartney e Grohl já vem de longa data. Os dois tocaram juntos anteriormente em “Cut Me Some Slack”, composição lançada em 2012 que juntou os integrantes sobreviventes do Nirvana – além de Dave, o baixista Krist Novoselic e o guitarrista Pat Smear (também do Foo Fighters) – ao músico inglês. A faixa entrou na trilha do documentário “Sound City”, sobre o lendário estúdio, ganhando o Grammy na categoria Melhor Música de Rock em 2014.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasTaylor Hawkins é homenageado por Paul McCartney, que já foi seu baterista
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades