Paul Stanley volta a contrair Covid, agora a variante ômicron: “família toda pegou”

Vocalista e guitarrista do Kiss havia testado positivo para o coronavírus no último mês de agosto

Paul Stanley está novamente com Covid-19. Quatro meses após contrair a doença pela primeira vez, o vocalista e guitarrista do Kiss agora testou positivo para a variante ômicron – mais contagiosa, porém menos perigosa que as mutações anteriores.

Devidamente vacinado, o músico disse nas redes sociais que não manifestou sintomas graves. Porém, segundo ele, toda a família também foi infectada pelo vírus.

“Este é meu rosto ômicron! Minha família inteira pegou. Sinto-me cansado e estou fungando. A maior parte da minha família não apresenta absolutamente nenhum sintoma. Faça o que quiser, mas estou tão feliz por estar vacinado.”

Paul Stanley, Kiss e Covid-19

Quando contraiu Covid-19 pela primeira vez, Paul Stanley foi apenas um dos infectados dentro do Kiss. Gene Simmons, seu parceiro musical, e funcionários da equipe de apoio da banda também contraíram a doença, o que provocou adiamento de shows.

Um deles era Francis Stueber, técnico de guitarra de Stanley, que morreu aos 53 anos devido a complicações causadas pelo vírus. Após a notícia do falecimento, três roadies denunciaram à Rolling Stone que a banda não estaria cumprindo devidamente os protocolos determinados pelas autoridades de saúde. Em resposta, representantes do grupo negaram que os procedimentos tenham sido abandonados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
1
Share