Foto: Kiss via Facebook

Kiss volta a adiar shows após Gene Simmons também testar positivo para Covid-19

Depois de Paul Stanley, baixista também é diagnosticado com a doença, levando a novo adiamento de shows do início de setembro

O Kiss precisou adiar mais uma sequência de shows que faria no início de setembro, dando continuidade à sua turnê de despedida, “End of the Road”. Depois de Paul Stanley ter sido diagnosticado com Covid-19 – e se recuperado -, agora Gene Simmons testou positivo e deve permanecer em repouso.

A notícia foi dada pela banda em seu site oficial, confirmando também que Paul Stanley já está recuperado dos sintomas do novo coronavírus. Gene Simmons, por sua vez, está com sintomas leves no momento.

Agora, a turnê será retomada apenas no dia 9 de setembro, no FivePoint Amphitheatre, em Irvine, Califórnia, Estados Unidos. As apresentações anteriores, agendadas para os dias 1, 2, 4 e 5 do mesmo mês, todas em território americano, serão remarcadas – os ingressos adquiridos no passado continuam valendo.

Após um grande período fora dos palcos, por conta da pandemia, o Kiss tenta retomar a turnê que está sendo divulgada como o adeus definitivo da banda. Eles já fizeram uma tour de despedida em 2000, mas acabaram voltando.

Kiss e a saúde de Paul Stanley

Quando Paul Stanley testou positivo para Covid-19, o Kiss adiou a apresentação que faria no dia 26 de agosto. Informações desencontradas levaram a um boato de que o vocalista havia sofrido um infarto e estaria na UTI.

Stanley foi até as redes sociais para confirmar que passava bem e que não tinha mais do que sintomas leves da Covid-19.

“PESSOAL! Estou bem! Eu não estou na UTI! Meu coração me permite pedalar 41 quilômetros por dia na minha bicicleta. Não sei de onde veio isso (a informação de que teria sofrido um infarto), mas não faz o menor sentido.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
17
Share