Fotos: divulgação

A pior música do Metallica, na opinião do baterista Lars Ulrich

Qual seria a pior música do Metallica? Muitos fãs poderiam escolher alguma faixa do álbum “St. Anger” (2003), ou de algum trabalho menos conhecido, mas o baterista Lars Ulrich surpreendeu ao escolher uma canção de um disco bem elogiado.

Qual seria a pior música do Metallica? Muitos fãs poderiam escolher alguma faixa do álbum “St. Anger” (2003), ou de algum trabalho menos conhecido, mas o baterista Lars Ulrich surpreendeu ao escolher uma canção de um disco bem elogiado.

Na visão de Ulrich, a pior música já gravada pelo Metallica se encontra no aclamado “… And Justice For All” (1988) – e é justamente uma favorita dos fãs: “Eye of the Beholder”. A revelação foi feita em entrevista à Kerrang.

Conhecido por seu gosto musical eclético, o baterista não só citou a pior faixa da banda, em sua opinião, como também a melhor, ainda de acordo com seu gosto pessoal. A predileta dele é “Sad But True”, do “Black Album” (1991).

“Eye of the Beholder”, a pior música do Metallica

Com relação à pouco admirada canção, ele comentou:

“Sempre que ouço ‘Eye of the Beholder’, ela soa meio – quer dizer, não queremos ser super desrespeitosos com ela – mas soa realmente forçada. Soa como se você colocasse uma peça quadrada em um buraco redondo. Ela soa como se tivesse dois tempos diferentes. Tem meio que uma pegada 4/4 na introdução e nos versos, e depois acho que os refrãos estão mais num tempo de valsa. Soa literalmente como dois mundos diferentes se esfregando um no outro. É muito estranho para mim. Não sou um grande fã dessa música.”

Diante da própria opinião polêmica, Lars admite que é um perfeccionista. Ele conta que não consegue ouvir as músicas do Metallica da mesma forma que escuta suas bandas favoritas – e acaba “procurando defeitos” em todos os lugares.

“Basicamente, é quase impossível para mim ouvir uma música do Metallica sem ficar: ‘Ok, como está o som, como está a mixagem, como a guitarra soa? Os vocais estão muito altos, o baixo está muito estourado’. Vira um exercício de análise. Quando você ouve sua banda favorita – como se eu ouvisse Rage Against the Machine ou algo assim, eu apenas me deixo levar. Mas quando toca Metallica, é tipo: ‘hein?’”

“Sad But True”, a favorita de Lars Ulrich

Em outra entrevista, concedida à GQ Magazine UK, Lars Ulrich explicou por que elege “Sad But True” como sua música favorita do Metallica.

“Eu apenas amo tocar essa música. Toco de uma forma ligeiramente diferente todas as vezes. Amo o andamento e dou uma interpretação diferente a ela sempre que a toco.”

2 comentários
  1. lars sendo lars, na essencia, sempre usando uma retórica e querendo parecer “diferente”, inventando polemicas vazias e confrontando, por muitas vezes, seus próprios fãs mas, depois de quase 40 anos, estou acostumado. é claro que “eye of the beholder” está muito, mas muito longe de ser a pior musica da banda que, em minha opinião, tem como detentora deste título, com louros e glorias, a ultra pestilenta e nauseante “hero of the day” mas, gosto é gosto né, e devemos respeitar o dele

    1. Se o Lars é tão criterioso nas suas análises de mixagens e de como soam os instrumentos, como pôde fazer um trabalho tão ruim nesse álbum, comprometendo a audição do baixo presente em todas as músicas?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share