Gary Moore tem gravações inéditas reunidas no disco “How Blue Can You Get”; ouça

O guitarrista Gary Moore, falecido em 2011, foi homenageado com um álbum de gravações inéditas. Intitulado "How Blue Can You Get", o material chega a público por meio da Mascot Label Group / Provogue.

O guitarrista Gary Moore, falecido em 2011, foi homenageado com um álbum de gravações inéditas. Intitulado “How Blue Can You Get”, o material chega a público por meio da Mascot Label Group / Provogue.

Ao todo, “How Blue Can You Get” apresenta oito músicas. Quatro delas são autorais, enquanto as outras quatro são versões de clássicos do blues de Elmore James, Sonny Thompson, Memphis Slim e B.B. King. A época em que essas gravações não foi divulgada.

- Advertisement -

Em nota, a gravadora comenta:

“Esperamos que as gerações atuais e futuras de fãs de música descubram e redescubram Gary Moore, revelando a arte não apenas de um grande guitarrista, mas de um músico extremamente talentoso. De volta ao futuro com Gary Moore.”

Ouça a seguir, via Spotify:

Apesar do bom trabalho de mixagem e masterização, que busca uniformizar as faixas, o ouvinte não deve se esquecer: “How Blue Can You Get” é um álbum de sobras. São gravações que Gary Moore não considerou boas o bastante para entrar em álbuns.

Leia também:  Ace Frehley afunda com preguiçoso e redundante álbum “10,000 Volts”

Isso não tira o mérito do material, nem quer dizer que não há bons momentos por aqui. Os covers, em especial, foram bem escolhidos e trazem, como de costume, uma interpretação única de Moore, sempre carregado de feeling tanto na guitarra quanto no vocal.

As autorais oscilam. “In My Dreams” é uma tentativa de emular “Parisienne Walkways” – e talvez por isso tenha ficado de fora da discografia oficial do músico. “Looking at Your Picture” parece ter saído daqueles álbuns pouco comentados em que Moore tentou dar uma pegada moderna ao blues. “Love Can Make a Fool of You” e “Living With the Blues” são dois bons standards do gênero, apesar dos vocais não tão bem gravados da primeira citada.

Reforço: “How Blue Can You Get” é um álbum de sobras e deve ser avaliado como tal. Trata-se de um material interessante aos fãs, que certamente não reclamarão. Por outro lado, passa longe de ser a melhor opção para começar a conhecer a vasta obra de Gary Moore – para tal objetivo, dê uma chance a discos como “Victims of the Future” (1983), “Run for Cover” (1985), “Still Got the Blues” (1990) e o ao vivo “Blues Alive” (1993).

Leia também:  Blaze Bayley oferece consistência sonora em “Circle of Stone”

O álbum está representado em minha playlist de lançamentos, atualizada semanalmente. Siga e dê o play:

Gary Moore – “How Blue Can You Get”

1. I’m Tore Down (Sonny Thompson, famosa com Freddie King)
2. Steppin’ Out (Memphis Slim)
3. In My Dreams
4. How Blue Can You Get (B.B. King)
5. Looking At Your Picture
6. Love Can Make A Fool Of You
7. Done Somebody Wrong (Elmore James)
8. Living With The Blues

* Foto da matéria: Jesse Wild / divulgação

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioResenhasGary Moore tem gravações inéditas reunidas no disco "How Blue Can You...
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

1 COMENTÁRIO

  1. torcendo que a grande hellion records lançe por aqui, como fez com o anterior de mestre Moore, o gênio das 6 cordas mais criminalmente subestimado e subvalorizado nos dias de hoje, de musica biodegradável de streamings que destroem a musica como estado de arte e colaboram decisivamente, juntamente com a ignorancia dos consumidores de musica atuais, para a invisibilidade e desaparecimento de personagens como ele, sinto muita falta dele e sua arte

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades