Jornal New York Times define músicas de Roberto Carlos como “cópias inferiores”

Um texto recentemente publicado pelo New York Times e divulgado pela Folha de S. Paulo criticou o trabalho do cantor Roberto Carlos. 
O crítico Brian Seibert teceu comentários sobre o espetáculo de dança “As canções que você dançou pra mim”, da Focus Companhia de Dança, que utiliza 72 canções do repertório do Rei. A apresentação foi realizada em um festival de dança em Nova Iorque. 
Seibert não gostou nem um pouco do trabalho de Roberto Carlos. “Para quem cresceu com tais gravações, elas devem ter valor emocional. Mas para qualquer um que não, elas podem soar como cópias inferiores e genéricas”, disse. 
O crítico destacou o fato das músicas serem muito semelhantes a “Splish Splash”, “Unchain My Heart”, surf rock, R&B com funk e “baladas românticas parecidas com Julio Iglesias”. Além disso, ele ressaltou que o cantor já recebeu apelidos como “Elvis Presley brasileiro” e “Frank Sinatra brasileiro”. 
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
0
Share