Tom Morello toca Rage Against the Machine em protesto pró-Palestina; veja vídeo

Guitarrista participou de comício da Universidade do Sul da Califórnia, onde, além de apresentar diversas músicas, conversou com os alunos

Desde o fim de abril, uma série de protestos pró-Palestina vem acontecendo nas universidades dos Estados Unidos. Por meio das redes sociais, Tom Morello já havia demonstrado apoio às iniciativas estudantis. Agora, o guitarrista do Rage Against the Machine marcou presença em uma das manifestações. 

O músico participou do comício organizado na Universidade do Sul da Califórnia (USC) nesta semana. Na ocasião, tocou “Killing in the Name”, clássico de sua banda sobre a brutalidade policial, no violão para os alunos, que o acompanharam na bateria.

- Advertisement -

Também executou “House Gone Up in Flames”, “Hold the Line”, “World Wide Rebel Songs”, “This Land is Your Land” e a inédita “Shadow of the Cannon” – composta especialmente a respeito do posicionamento dos estudantes. 

Em determinado momento, ainda relembrou de quando acabou suspenso por queixar-se de certas posturas de sua faculdade em 1986. Á época, cursava Ciência Política em Harvard, e, de acordo com relato, protestou para que a instituição deixasse de investir em empresas que lucraram com a política de segregação racial na África do Sul. 

Leia também:  A reação de Andreas Kisser a críticas por tocar com Ivete Sangalo

Assista abaixo.

Sobretudo, os estudantes das universidades pedem o fim da ação militar israelense em Gaza e o boicote das redes de ensino às empresas que consideram apoiar a guerra. Segundo levantamento da agência Associated Press (via Valor Econômico), mais de 2 mil pessoas foram presas pela polícia devido aos protestos.

Tom Morello recentemente

Recentemente, pelo X/Twitter (via NME), Tom Morello divulgou a música “Hind’s Hall”, do rapper americano Macklemore. Disponibilizada de surpresa na última segunda-feira (6), a faixa foi inspirada pelos protestos pró-Palestina ocorridos nas universidades dos Estados Unidos nas últimas semanas.

Em sua letra, o cantor ainda abordou em tom crítico temas como o governo do presidente americano Joe Biden (“tem sangue em suas mãos, Biden”), a censura nas redes sociais (“você pode comprar a Meta, mas não pode me comprar”) e os problemas do capitalismo, além de ter pedido pela liberdade da Palestina. Pensando na temática, o clipe, publicado nas redes sociais, apostou em imagens dos conflitos entre Israel e Hamas na Faixa de Gaza.

Leia também:  As atrações funk no único dia rock do Rock in Rio 2024

Sendo assim, o guitarrista escreveu:

“Honestamente, ‘Hind’s Hall’, de Macklemore, é a música mais Rage Against The Machine desde o próprio Rage Against The Machine.”

Todos os lucros com “Hind’s Hall” serão destinados à Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente (UNRWA, na sigla original), que fornece assistência e proteção aos refugiados palestinos. Ouça abaixo: 

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasTom Morello toca Rage Against the Machine em protesto pró-Palestina; veja vídeo
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades