Criminoso admite fraude em leilão de Graceland e diz que se divertiu

Oriundo da Nigéria, golpista acabou sendo descoberto após protesto da família Presley e investigação da justiça

Um autoproclamado “scammer” confessou ter tentado vender Graceland, a lendária casa de Elvis Presley. Para tal, se valeu falsas alegações e uma identidade fraudulenta. O criminoso foi identificado como sendo da Nigéria e, após descoberto, declarou ter se divertido com a situação.

Tudo começou no início deste mês. Uma empresa conhecida como Naussany Investments & Private Lending LLC, contatou a Promenade Trust, que controla a propriedade de Memphis, Tennessee. Ela afirmava que a falecida filha do Rei do Rock, Lisa Marie, devia US$ 3,8 milhões. Como reembolso, tentaram leiloar a propriedade em uma venda hipotecária.

- Advertisement -

Em resposta sua filha e herdeira da propriedade, a atriz Riley Keough, processou a companhia, insistindo que os documentos de venda apresentavam assinaturas falsas. Também alegou não se tratar de uma “entidade real”. Ela obteve uma liminar interrompendo a venda na Justiça.

Diz o documento emitido pela corte, conforme repercussão da Classic Rock:

“A suposta alegação e o ato são produtos de fraude e os indivíduos que estiveram envolvidos na criação de tais documentos são considerados culpados do crime de falsificação.”

A caça ao culpado

No início desta semana, o jornal The New York Times revelou que a pessoa por trás do incidente foi, na verdade, um “golpista” da Nigéria, que orgulhosamente recebeu o crédito pela tentativa de venda. O criminoso admitiu em um e-mail à publicação que a sua função é “descobrir como roubar”, muitas vezes de pessoas vulneráveis ​​e idosas e, neste caso, de mortos.

Leia também:  Foo Fighters toca a inédita “Unconditional” em show na Inglaterra

“Eu me diverti com isso, embora não tenha dado certo.”

Após a descoberta do esquema, um porta-voz de Graceland elogiou a decisão do juiz de interromper a venda, observando em um comunicado:

“Graceland continuará a operar como tem feito nos últimos 42 anos, garantindo que os fãs de Elvis de todo o mundo possam continuar a ter uma experiência de primeira classe ao visitar sua casa icônica.”

Sobre Graceland

Localizada em Memphis, Tennessee, a mansão Graceland conta com uma área de 56,6 mil m². Foi aberta à visitação pública, servindo como museu, a partir de 7 de junho de 1982. Recebe anualmente uma média de 650 mil visitantes de todo o mundo. É a segunda residência norte-americana mais frequentada, atrás apenas da Casa Branca.

A casa foi incluída no Registro Nacional de Lugares Históricos dos Estados Unidos em 1991. A partir de 2006, passou a ser considerada Marco Histórico Nacional. Além de Elvis e Lisa Marie, vários outros membros da família Presley foram sepultados no terreno.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasCriminoso admite fraude em leilão de Graceland e diz que se divertiu
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades